Cornetada Vitoriana nº 72: Petdependência

É deste mal que o Flamengo parece sofrer. Sem o Petkovic, o Mengão não foi nada ontem, contra o Grêmio Barueri, na Grande São Paulo. Em momento nenhum. Bastou o pequeno paulista abafar na marcação da saída de bola, e a melhor opção de ligação da defesa com o ataque foram as bicudas do Angelim. Falando em Angelim, o Andrade tem que repensar sua escalação. Não por outro motivo que não sua lentidão. Tomamos dois gols do seu lado ontem, o que é lamentável, em função do passado e dos serviços prestados deste ótimo zagueiro. Com o Fabrício e o Airton mandando bem ali atrás, acho que temos que mudar nossa zaga. Antes que seja tarde.

O Andrade montou um time estranhão, mas ousado. Apesar do perrengue pra sair jogando, so far, so good antes de tomarmos o primeiro gol irregular. Mais um aliás. Agora, tirar o Maldonado foi brincadeira. Colocar o louco Denis Marquis e o Erick Flowers, que ainda não disse ao que veio, acabou com o Flamengo. Tomara que tenha aprendido. O primeiro atrapalha o ataque, o segundo se atrapalha sozinho. Mandou mal nosso bom treinador.

A solução pra melhorar o time estava em campo. Recuar o Airton pra cobrir a zaga, fixar o Willians Ninja ao lado do Maldonado na frente, e liberar os laterais e o Zé Roberto fariam mais sentido que colocar os molambos que entraram. Já posso ser treinador do Mengão…

Flamengo até morrer!

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: