cornetada vitoriana nº 151: só é fácil quando é difícil

Maior do Rio, apesar de tudo.

Com algumas exceções pra lá de pontuais, como o Carioqueta deste ano, sobre os três patetas e os demais micro-times do estado da Guanabara, qualquer outra conquista de campeonato do Flamengo foi conseguida a duras penas. Como se diz, tudo no Mengão é mais complicado. Não existe triunfo fuderosão fácil. Seja porque todo mundo joga contra a gente por um prato de comida, ou porque não conseguimos conter os ânimos – leia-se oba-oba, ou nos enervamos perante a possibilidade da glória universal da vitória. Não pelos outros, mas pelas nossas próprias limitações. O exemplo mais bem acabado disso aconteceu em 2009, ano em que ninguém queria o campeonato e, em determinado momento, nem mesmo a gente, vide jogo contra o Goiás, e o empate ridículo no Maraca.

Bom, este ano parece que seguimos pelo mesmo caminho. Desta vez, um pouco menos pelos nossos valores, mas muito pela desgracença dos adversários, que teimam em entregar jogos e em mudar o topo da tabela o tempo todo. Conseguimos a façanha ridícula de ficar 10 jogos sem uma única vitória, conquistando 4 pontos em 30 e, ainda assim, estamos somente a 8 do líder provisório. Porque o que interessa mesmo é liderar a 38ª rodada. Numa conta rápida, se cada um dos 5 times que estiverem a nossa frente perder 2 e ganhar 2 dos próximos jogos, e a gente ganhar os 4, ficamos a dois do líder. Isso nesse cenário, que pode até ser de outro jeito. Claro que o mais difícil é esse time emplacar, agora, 4 vitórias. Já devemos começar com um tropeço frente ao SP, que é e sempre foi muito duro pra gente. Mas, depois, é Flu e Palmeiras em casa e Ciará fora. E, se o melhor dos mundos ocorre, passamos um e diminuímos a distância pra outro dos que estão em melhor posição. Ou seja, é complicado, mas dá.

Eu continuo me divertindo com os delírios de grandeza da naufragália multicolorida. Tá duro confiar na fase atual do Mengão, mas desconfiar das fases dos outros é tarefa menos indigesta. Por isso, acho que temos uma remota chance de campeonato. A depender da apresentação contra o virtual ocupante da Segundona 2012, no sábado, se for rolar, vai ser no peito e na raça. E isso a gente tem de sobra…

Flamengo até morrer!

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: