Cornetada Vitoriana nº 154: Tsc, tsc

A parada de domingo foi mais pé no saco do que qualquer um poderia imaginar. Perder para o Grêmio no Olívio é daquelas situações que todo Rubro-Negro consciente já espera. Ganhamos naquele chiqueiro somente 2 vezes na vida e perder lá não é a pior coisa do mundo. O problema foi como isso aconteceu. Depois de um primeiro tempo primoroso, demos o mole de sempre, e deixamos o adversário crescer. Pior, ajudamos nisso. A peneira da frente da zaga foi a responsável por 3 gols, no mínimo. Não por culpa exclusiva dos jogadores, mas da alteração do profexor no intervalo. O time ficou defensivo com a saída do jovem Tomás. No papel, já que na prática defesa era o que menos se via ali.

Bom, falamos do mimimi técnico/tático, mas o que fez o Flamengo perder para a segunda força do Uruguai do Norte foi a tal da atitude. Olhando para o time peça por peça, até que não é ruim. É o suficiente, ao menos, pra ocupar a 5ª posição, com viés de alta, já que em terra de cego, tanto bate até que o espeto é de linguiça. Quero dizer que, frente aos irregulares e mesmo fracos adversários, até que a posição é honrosa, longe, claro, do que a história e as glórias flamengas pressupõem. No entanto, falta ao Flamengo v. 2011 sangue nos olhos, faca nos dentes, coração na chuteira. Não sei se isso é característica dos jogadores que lá estão, ou se o técnico não consegue motivá-los, ou se algo estranho ocorre nos bastidores, mas esse time não tem garra, não tem coração, falta vontade de ganhar, de ser melhor que os outros. Imagino que, se jogasse com a raça que mostrou o Corinthians na virada sobre o Avaí, já teríamos sido campeões brasileiros desde a rodada passada. E nem precisaríamos do apito amigo, mão invisível que carrega o time da muito segunda torcida do país.

Honestamente, até acho que temos time e jogadores para alçar vôos mais altos nesse campeonato estranho. Mas acho que não vamos, porque esse time deixou pra trás a centelha da vitória, a vontade de vencer que caracteriza os Flamengos campeões. Mas torcer eu vou, até o fim.

O fato mais intrigante do jogo de domingo, no entanto, ficou por conta dos engraçados ataques de pelanca da torcida esquisitona do lado feioso da ponta sul do país. Poucas vezes na minha vida eu vi tanta besteira, tanta falta do que fazer, tanta intolerância, quanto as imbuídas nas ações desses infelizes em relação ao Ronaldinho Carioca. Desde a ignorância do significado da palavra pilantra, associada a cifrões que, tentei muito, mas não consegui entender, passando por um desespero inexplicável por terem sido preteridos em função do Flamengo, culminando com um desrespeito ao ser humano que, claro, só se pode esperar de uma torcida meio argentina, metida a besta, com ares de superior, que, a mim, só lembra derrota, segunda divisão e violência. Ora, meus caros, quem, no mundo, em sã consciência, iria preferir o esquecimento e o ostracismo associado a jogar no Grêmio, à glória, visibilidade e sucesso garantido proporcionados pelo Flamengo?

Esse movimento todo só teria uma chance de ser algo positivo: se fosse espontâneo. Mas os infelizes torcedores dessa agremiação menor, que é chamada desde todos os tempos pelo nome errado, nem sequer se deram conta de que foram a massa de manobra de uma campanha ilegítima e sem causa. Não sei se pra promover o jogo, pra que alguns publicitários pudessem aparecer ou se para encobrir a incompetência de sua diretoria na não repatriação do maior ídolo de sua história, mas essa parada foi orquestrada, sim, por meia dúzia de bobos-alegres, que não merecem muito mais do meu tempo.

Esse espaço é pra falar do Flamengo e não de outro time ou torcidinha menor. Só pra lembrar, ao final da 32ª rodada em 2009, estávamos a 6 pontos do líder Palmeiras, que nem pra Libertadores foi naquele ano. Pensem nisso!

Flamengo até morrer!

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: