Cornetada Vitoriana nº 185: Feliz 2013

Um dos piores anos flamengos de todos os tempos chega ao seu final. Sim, porque não temos muito mais o que fazer neste campeonato doloroso pra gente em alguns momentos. Pra mim ao menos, a preocupação com o rebaixamento nunca existiu, já que um time que está em 9º, apesar de continuar com campanha perto do sofrível, não pode ter estado à beira da degola, né? E mais: podemos, com uma possibilidade bem grande, terminar a contenda em 5º. Sí, ¡se puede!

Mas o mais engraçado mesmo é a possibilidade de ficarmos à frente do Vice, tarefa que depende basicamente da gente. Talvez até do Foguinho. Os caras estão numa draga comparável à nossa do ano passado e não fazem 3 pontinhos em um jogo há uns 3 meses. E ainda têm uma tabela desfavorável, na qual um dos confrontos é contra o próprio Flamengo. Ou seja, uma vitória no clássico e a diferença de 4 pontos cai pra 1. O Flor caçador de recordes não vai querer perder pra esses buchas na última rodada. E o terceiro confronto é com o Coritiba fora, o que é prenúncio de 3 derrotas pros pobres. Eu nunca pensei em ser Vice na vida, mas hoje, acho que ser viceíno é pior ainda.

Breve nota sobre o jogo de ontem: gostei! Não jogamos maravilhosamente bem, mas tivemos bons lampejos, como na jogada do (claríssimo!) pênalti. Aliás, qual é a dos pernambuquinhos de chorarem tanto quando o assunto é Flamengo Doutrinador Provocador de Chororô? O Palestino Ibson mandou bem, jogou com uma garra que não vinha mostrando há tempos. Renato Abreu foi regular, errou pouco e mostrou a vibração e a liderança de sempre. Parabéns! E até o menino da lateral esquerda fez sua parte e não sentiu a estreia entre os profissas. Menção honrosa pra ele. E, claro, outra, maior e mais dourada, pro nosso Paredão 2. O xará tá jogando o fino, pega uns troços impossíveis e nos garante vitórias em diversas situações, como a de ontem. Muito bom!

Agora é pensar no ano que vem, na barca de come-dormes que deve zarpar, nas contratações e no time a ser montado pelo professor. Falando em Dorival Jr., confesso que gosto do seu trabalho e acho uma boa darem um tempo pra ele montar uma equipe a seu gosto, independentemente de títulos.

Antes, vamos terminar esse troço com dignidade. E feliz 2013!

Flamengo até morrer!

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: