Cornetada Vitoriana nº 198: Só os grandes ganharam no Carioqueta

Welinton é o artilheiro do ano no Flamengo.

Welinton é o artilheiro do ano no Flamengo.

Bem, vamos começar essa parada aqui falando do óbvio: só time grande tem vez. O imbróglio envolvendo a Bigoduda é prova disso. Não que o maior beneficiário com essa palhaçada seja muito maior. Mas… Ah, deixa pra lá. Literalmente!

Ontem, com o time reserva do time reserva, metemos mais um clássico 1 a 0. Dessa vez no Audax Rio, time fraco e de camisa feiona, como de resto os demais times pequenos do estado da Guanabara. Mas olha, foi mais difícil ganhar dos caras ontem do que bater Vice e Flor juntos no ano passado pelo Brasileirão 2013 sem fim. Provavelmente um reflexo do Negueba e do Matheus em campo. Esse último é tão duvidoso na prática do esporte bretão que arrancou aplausos e fez o nome do Carlos Eduardo ser gritado pela Magnética ensandecida. Coisas de Flamengo…

Dei uma pincelada rápida no assunto, mas queria retornar um pouco nele. Estamos falando do mega-rebaixado FlorminenC, agremiação useira e vezeira em nos matar de tanto rir de sua mediocridade. Nunca, claro, tão rápido, antes mesmo de a temporada começar. Além de ser portadora de uma das camisas mais feias do figurino universal, o que é uma desonra pra quem ostenta a mesma logo de empresa de material esportivo no peito, sua torcida anda rasgando pregas mais que o normal. Os caras acham mesmo que são vítimas no rabaixamento do ano passado! Entendem que o resultado em campo não tem a menor importância perante o dos tribunais. Haja tapete pra essa raça!

Como a CV 197 foi feita há 5 meses, quando do fuderosão passeio sobre o Cruzeiro pelas oitavas da C do B no Maracanã, a apoteose do Seu Elias, muito assunto de lá pra cá deixou simplesmente de ser tocado. E vai continuar assim. Melhor nos atentarmos pra coisas mais atuais, certo?

Falando nisso, nossas contratações para 2014 merecem alguma nota. Não que nos dêem tanta esperança, mas os mulambos contratados ano passado, por muito menos, provocaram calafrios. É certo que alguns continuam nessa toada, mas outros, como Hernane, Paulinho e Elias nos matam de orgulho pelo que jogaram e vergonha pelo que falamos deles à época. As dispensas foram mais que óbvias, principalmente a do tal Marcelo Moreno, que ainda se deu bem indo limpar com a bunda o banco do melhor time do Brasil. Bom empresário o dele. Mas, voltando à vaca fria das contratações, creio que a política pé no chão da diretoria galáctica se manteve. Nada de arroubos com craques em falta no mercado. Os caras, como o Feijão, o Éverton e o Elano, vieram pra somar, em posições pontuais. Ótimo. Os demais, como os estrangeiros, são uma incógnita. E ponto.

Bem, nosso ano não poderia começar melhor: 100% de aproveitamento, melhor defesa e invencibilidade de 2 meses. É só manter o scout.

De minha parte, prometo usar mais esse espaço com minhas opiniões imparciais e altamente embasadas, já que há louco pra tudo. Inclusive pra ler e curtir essa insólita letra.

Flamengo até morrer!

Anúncios
Post a comment or leave a trackback: Trackback URL.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: