Category Archives: Brasileirão 2017

cornetada vitoriana 235: Não convenceu

Não é uma vitoriazinha mequetrefe contra um notório saco de pancadas que vai mudar a visão que tenho deste Flamengo claudicante de meu Deus. Continua sendo o mesmo time frio, xoxo, sem sal, previsível, meio besta. 3 pontos são legais, mas chuverinho contra Chapecoense não dá. Ao menos não tomamos gols, apesar de nossa média de marcados ter caído pela metade.

Everton Ribeiro, meu filho, não é assim que se bate pênalti. Rueda, meu professor, Gabriel, não!

Chapecoense (16º) 0X1 Flamengo (7º), Brasileirão 2017, Rodada 28.

Flamengo até morrer!

Anúncios

cornetada vitoriana 234: Ah, Para(á)!

depositphotos_41099627-stock-photo-para-state-on-map-ofRelendo posts antigos, 2011, 12 etc, fico chocado com o quanto o Flamengo é constante e estável. Sim, de uma maneira muito ruim. É sempre a mesma ladainha, o time não engrena, perde pontos para times pequenos, ou mal classificados, ou freguezaços, ou, como ontem, os 3. Explicações? Vou surfar na onda impoluta do notório saber futebolístico – em outras palavras, me meter a falar sobre o que todo mundo acha que conhece – e mandar meu pitaco sobre o ocorrido ontem, contra o FluminenC. Desde a escalação, acho que o profe mandou muito mal. Duro engolir um lateral bife ideal (de médio pra mal passado, ahah) como o Pará, que fez um golaço contra digno de prêmio Puskas, jogando improvisado tendo dois especialistas no banco. Não entendi. Como também procuro entender porque entrar com Massaraújo e Rômulo, tendo Cuellar e Airão no banco. Sem noção.

O que me leva a acreditar em algumas teorias. Será que o Mr. Rueda age como nossos representantes, que impõem dificuldades para vender facilidades? É, porque, como previsto, o time jogou à altura da bosta de escalação que se apresentou. E olha que o adversário é ruim pra cacete! Mas ele mesmo resolveu com as substituições. Só pra você ter uma ideia, o Paquetá, bom jogador, mudou de posição em TODAS as 3 substituições.

Outra tese, e que me parece ser a definitiva, porque o treinador não me parece tão ruim quanto seus resultados: o de que já estamos em pré-temporada, ele está estudando o elenco e já trabalhando para 2018. Mas há uma vaga para a Libertadores que precisa ser conquistada ainda, e não é de se espantar se não conseguirmos umazinha sequer…

O fato é que está foda acompanhar jogos do Flamengo atualmente. E não há nada convincente em termos de evolução de trabalho quando, após 10 dias de treinamento, a solução para bater o Fluminense – o Fluminense! – é chuveirinho na área! Dá não! O consolo é que não estamos muito aquém do nível do ludopécio pindorâmico.

Flamengo (7º) 1X1 Fluminense (16º), Brasileirão 2017, Rodada 27.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 233: Aracnofobia

aranha

Medo!

A Ponte Preta tem um goleiro, até bonzinho, chamado Aranha. Perdemos vergonhosamente hoje pra ela, não por ser a Ponte, em que pese ser um dos piores times que já vi na vida, mas porque o goleiro em questão não fez uma única defesa. Só pode ser medo de aranha, pelamor!

E olha que temos Diego Alves e Ribas, Everton Ribeiro, Arão. Mas temos também Gabriel, Vizeu, Renê, Pará. Não dá. Agora, são uns 2 meses quase e uns 12 jogos já com o técnico novo. Sei não, como digo, não entendo do riscado. Mas não está resolvendo. Quero estar errado.

Nada a ver com a perda da Copa do Brasil, mas sinto em dizer que o Flamengo atual é muito, muito fraco. Sua sorte é que compete com times que conseguem ser mais fracos ainda, o que explica continuarmos a ter uma das melhores campanhas do returno…

Ponte Preta (15º) 1X0 Flamengo (7º), Brasileirão 2017, Rodada 26.

Flamengo até morrer!

 

cornetada vitoriana 231: Oi?

Um saco esse negócio de time reserva inteiro no principal campeonato nacional. É de se lembrar que, em muitos casos, é o torneio que melhor paga os times nacionais, sem o qual não teriam razão de existir. E também que, se as outras frentes não dão certo, como um revés na C do B e eliminação na Sula, é fim de ano antecipado.

De qualquer forma, com ou sem titulares, é ridículo perder ponto em casa pra Avaí, em qualquer tempo. É o que posso dizer sobre sábado.

Flamengo (7º) 1X1 Avaí (14º), Brasileirão 2017, Rodada 25.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 229: Sem palavras

speechlessVi o jogo de ontem pelo celular, o que não me credenciar a falar da partida em sim. Portanto, me abstenho. No entanto, se alguém me dissesse que o Flamengão doutrinador master do ludopécio brasileño jogou bem, iria duvidar. Não por falta de capacidade, mas porque não precisa contra contumases fregueses históricos, caso do genérico pernambucano ladrão de títulos alheios Sport Recife.

Bem, de resto, mais importante que os 3 pontos é a contusão do nosso reserva/titular Thiago. Vamos de Muralha contra o Cruzeiro na final da C do B e só quero e espero uma coisa: redenção!

Flamengo (4º) 2X0 Sport Recife (5º), Brasileirão 2017, Rodada 24.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 227: Más escolhas

indexRapaz, completamente sem noção o jogo que a mulambada fez contra o incrível (ahah!) Botafogo hoje. Credo! Achei que esses vexames inomináveis tinham ficado pra trás, mas parece que não. Mister Rueda, na minha opinião, mandou mal demais. Não por ter entrado com uma equipe recheada de reservas ou por ter menosprezado nosso vizinho pobre e megaendividado. Mas por, com isso, ter passado um recado: o de que está andando pro Brasileirão para priorizar a difícil C do B e a complicada Sula. Mesmo com remotas chances de título, elas existem e, como se não bastasse, trata-se do maior campeonato do país. Cujo líder parece ter arrefecido e está doido pra entregar o posto. Acho errado!

Dando tratos à bola, só quero lembrar que essa foi a primeira derrota para um dos 3 patetas em 17 jogos, ou 13 meses; a primeira pro Botafogo em mais de 2 anos; a primeira do profe em sua sétima partida; a primeira no Engenhão com o nome de Nilton Santos. E tudo isso com um time reserva que nunca jogou junto. Mas meia-boca em clássico é dose. Talvez a equipe de integração do Ninho do Urubu não tenha conseguido fazer o treinador entender que o adversário de hoje pode não parecer, mas é um rival tradicional e Flamengo X Botafogo é o famoso clássico… Flamengo X Botafogo. Ahah!

Perdemos uma boa chance de tirar 3 pontos e diminuir a distância para Corinthians, Palmeiras e Grêmio. Tsc, tsc.

Botafogo (7º) 2X0 Flamengo (5º), Brasileirão 2017, Rodada 23.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 225: Evolução

escudos_fla.jpeg

Tomara que seja o que parece: evolução. Vamos, Flamengo!

Flamengo (5º) 2X0 Atlético/PR (8º), Brasileirão 2017, Rodada 22.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 223: Vamos!

833705032503102

Faz mesmo!

Então, o negócio é enaltecer a base, posto que Vinícius Jr. e Lucas Paquetá jogaram como veteranos. Li outro dia e repito o mantra: se é pra apostar em medianos caros, melhor fazê-lo com promessas pratas da casa. Prof. Rueda, olhe com carinho pro Ronaldo e pro Léo também.

E o menino fez 2! Abalou Madrid em chamas!

Bom, falando no homem, queria ver o que a mídia golpista falaria do ZR se ele entrasse em campo com o Vaz na lateral. Mas tá valendo.

A sequência de invencibilidade já é de 2 jogos. Chupa, Corinthians.

Flamengo (5º) 2X0 Atlético/GO (20º), Brasileirão 2017, Rodada 21.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 221: Mão na Rueda!

Não é terra arrasada. Não é mesmo. Jogamos mal, é bem verdade, mas perder para o Atlético Mineiro, notório freguês, em seus limites não é exatamente o resultado menos improvável do mundo. Do jeito que foi é que talvez possa gerar alguma discussão. E perdendo posições na tabela ajuda a piorar. Some a isso o fato de sermos os maiores ressucitadores de zumbis do futebol nacional e pronto. No entanto, digo uma coisa: Galo precisa se ligar, porque ganhar do Flamengo do Jayme não reabilita ninguém.

No jogo, o Flamengo conseguiu a proesa de reeditar todos os piores momentos do ano em um só jogo. Se antes criávamos e não matávamos o jogo, se a defesa errava e perdíamos, se não nos mantínhamos em estado de atenção durante o jogo, no domingo potencializamos todos os nossos defeitos durante todos os 90 minutos. Todos! A defesa continuou a baba de sempre, desprotegida. Elevamos o conceito de arame liso à décima potência: cerca mas não machuca. Menção honrosa (melhor dizendo, horrorosa!) ao poderoso Trauco. Acho que devia treinar em separado pelo resto do ano e passar por avaliação psicológica após isso, pra pensar em suas atitudes. E não voltar mais não só pro Flamengo, mas para o futebol. A derrota vai, sim, sem dó, pra sua conta!

22Bom, chegou o novo treinador, tratado como super-herói pela mídia golpista e pela Magnética, que fala do bicho como se o acompanhasse feito novela. Tenho minhas dúvidas. Língua, cultura, ambiente, cidade, país, jogadores, futebol, torcida… É muita variável pra se adaptar. Não sei se isso é bom no curto prazo. Se for para o ano, esquecendo desde já 2017, faz sentido, pelo que já li sobre o cara. De qualquer forma, boa sorte ao nosso Reinaldo Rueda!

Amanhã tem semifinal da Copa do Brasil contra o Botafogo. E eles são hiper-favoritos. Ótimo!

Atlético/MG (11º) 2X0 Flamengo (7º), Brasileirão 2017, Rodada 20.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 219: Valeu, professor!

xINFOCHPDPICT000068700757.jpg.pagespeed.ic.Gx8rYP6ELF

Valeu, grande Rubro-Negro!

A letra de hoje certamente iria sugerir que, após o resultado patético para o notório freguezaço Vitória, a situação ficaria insustentável para o professor Zé Ricardo. Escrevo minutos após sua queda. Curioso é o cara perder sua posição exatamente no jogo em que deixou de lado uma de suas características mais marcantes, senão a mais delas: a fidelidade a seus princípios, ao barrar o Massaraújo e deixá-lo no banco, como solicitava os pitaqueiros de plantão, parte da torcida e a mídia resenheira e desorientada. Fato é que o bicho foi responsável direto pela derrocada de seu treinador, é mole? Ahah. Brincadeirinha…

Uma coisa é clara nisso tudo: o time não evoluia, faltava sempre alguma coisa. Não gostei da demissão do cara, mas não sei se lamento também. No entanto, pros padrões do ludopécio nacional, o homem foi guerreiro e a diretoria o segurou no cargo o quanto pode.

Lembrando a CV anterior, continuo achando que o treinador não cortou bola no pé do adversário como no primeiro gol do Vitória, nem fez pênalti cretino, como o capita fez no segundo. Mas entendo.

O bicho deixo o Flamengo com 89 jogos, sendo, 47 vitórias, 17 derrotas e 25 empates, 62,17%. Bom, vida que segue!

Desde já, fora Jorginho, Roger Machado, Eduardo Baptista!

Flamengo (5º) 0X2 Vitória (19º), Brasileirão 2017, Rodada 19. 5ª colocação.

Flamengo até morrer!