Arquivos da Categoria: Cariocão 2012

Cornetada Vitoriana nº 167: Mais do mesmo

Entrosamento garantido

Geral tá preocupada com essa história de contratação do Imperador. A maioria quer, os mais racionais não. Essa é uma das poucas situações que envolvem o Flamengo que não tenho opinião a respeito, além da básica. Se for o Adriano de 2009 e blablablá… Agora, se for o do Corinthians… Bem, o cara escolheu Búzios para se refugiar e continuar o tratamento. E foi visto num show do Belo, junto com o Ronaldinho Gaúcho. Algumas supostas inferências sobre isso: péssimo gosto musical, más companhias, é o mesmo Adriano do Corinthians.

Falando no Gaúcho, afirmam populares que ele faltou a metade dos treinos convocados pelo Joel. A coisa vai bem desse jeito. Já não joga nada treinando, daqui a pouco vai deixar de jogar por falta de preparo. Apesar do bom jogo na quinta pela Liberta, não vai ser sempre assim e a gente sabe o porquê.

Na protocolar e sofrida vitória sobre o Friburguense pelo carioqueta, nada muito a dizer. A não ser o segundo bom jogo seguido do Luiz Antônio e a ressurreição do Penta filho de Kleber.

Bom, o Lanús ganhou a segunda seguida, ambas sobre o Emelec, que parece ser a carne assada do grupo, e nos obriga a aplicar uma traulitada no Olímpia pela Liberta, lá no chiqueiro deles. Se no jogo daqui já apanhamos feito mala velha e entregamos a rapadura daquele jeito, imagina em Assunção…

Flamengo até morrer!

Scout 2012: jogo 17

Friburguense 0X1 Flamengo
18/3/12
Cariocão 2012
Gols: Kleberson, 36′, 2T.
No ano: 9V, 5E, 3D; 62,7%; 25 gols pró, 12 gols contra
Vagner Love – 5
Ronaldinho Gaúcho – 5
Jael – 2
Kleberson – 2
Léo Moura – 2
Luiz Antônio – 2
Adryan – 1
Bottinelli – 1
Camacho – 1
Deivid – 1
Negueba – 1
Renato Abreu – 1
Thiago Medeiros (Madureira) – 1

Cariocão 2012: Friburguense X Flamengo – 18/3/12

A classificação na Taça Rio parece mais complicada que na Libertadores. Outro resultado não serve, tem que ganhar. Flamengo 2X1.

Flamengo até morrer!

Scout 2012: jogo 15

Flamengo 2X0 Fluminense
4/3/12
Cariocão 2012
Gols: Ronaldinho Gaúcho, 22′ e Kleberson, 24′, 1T.
No ano: 8V, 4E, 3D; 62,2%; 21 gols pró, 9 gols contra
Vagner Love – 5
Ronaldinho Gaúcho – 4
Jael – 2
Léo Moura – 2
Adryan – 1
Camacho – 1
Deivid – 1
Kleberson – 1
Luiz Antônio – 1
Negueba – 1
Renato Abreu – 1
Thiago Medeiros (Madureira) – 1

Cariocão 2012: Duque de Caxias X Flamengo – 4/3/12

Ah, vai dar Flamengo, 2X1.

Flamengo até morrer!

Scout 2012: jogo 12

Flamengo 1X2 Boavista
29/2/12
Cariocão 2012
Gols: Vagner Love, 4′, 1T.
No ano: 5V, 4E, 3D; 52,7%; 16 gols pró, 8 gols contra
Vagner Love – 3
Jael – 2
Léo Moura – 2
Ronaldinho Gaúcho – 2
Adryan – 1
Camacho – 1
Deivid – 1
Luiz Antônio – 1
Negueba – 1
Renato Abreu – 1
Thiago Medeiros (Madureira) – 1

Cariocão 2012: Flamengo X Boavista – 29/2/12

Desânimo total pra esse bando que dirige o meu Mengão e pra uma 6 dúzia dos que jogam. Ao menos pegamos o Buenavista com o reforço da ausência da estrela cadente ronaldiana, que já está enchendo os meus pacovás. Mas nada me impede de torcer. Flamengo 2 a 1, no perrengue.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 165: Então…

Tsc, tsc!

Difícil até começar a escrever. Assunto é o que não falta, é certo. E não é por vergonha, porque Flamengo é Flamengo e nunca, em tempo algum, vai ser motivo de vergonha pra massa bem-vestida e simpaticona. Mas é claro que a invencibilidade carioca iria ser quebrada de algum jeito, seja contra um time ligeiramente melhor, caso do Vasco, seja pra um time que já andou se misturando com a infelicidade da Segunda Divisão, caso do Vasco, seja por obra da arbitragem, caso do Vasco, seja por força de duas jogadas bizarras que resultaram em espalmadas estranhas mas explicáveis, caso do Vasco, seja por orelhada de algum de nossos mulambos, caso do Vasco.

O jogo de ontem, jogaço por sinal que, claro, tinha que ter o Flamengo como um dos protagonistas, foi mega estranho, por umas razões mega estranhas. Começamos com 1 a 0, numa jogadaça do Love e um chute sinistro, redundantemente de canhota. Poderia ser o prenúncio de uma goleada, mas não tivemos competência em liderar o placar e fazer o Vasquinho sentir o golpe. Ao contrário, parece que, ao ceder o empate logo, cedemos também o ímpeto de ganhar da rafameia da camisa feiona. E mais ainda quando nosso Deivid perdeu um gol absurdo. O problema é que esse tipo de presepada, que acontece a toda hora no futebol, ganha muitas dimensões inesperadas no Flamengo. É possível que o Deivid seja marcado por esse lance mais que o Palermo pelos três pênaltis perdidos em um só jogo. Bom, voltando aos estranhamentos, mesmo jogando contra um time melhor, mantivemos a posse da bola, mas não fomos lá muito efetivos. O que foi lamentável, já que, por isso, demos a chance de fazer valer o grito que a torcida mal-vestida insiste em acreditar ser verdade: o do time da virada. Depois disso, atacamos desordenadamente e o Vasco jogou como time pequeno, claro, se fechando e esperando o tempo passar.

Bem, vamos deixar pênaltis não marcados, impedimentos mal assinalados e um monte de inversões de faltas e até de saídas de bola de lado, já que Flamengo que é Flamengo não se mete nesse troço de arbitragem. Mas é legal fazer a arco-íris lembrar que todos os times, todos, sofrem com juízes ruins ou, e por que não dizer, desonestos.

Pra terminar, gostei do jogo de ontem. Não pelo resultado, claro, mas por ver que o Flamengo joga quando quer jogar. Ontem quisemos, apesar do Ronaldinho e sua preguiça, do Love e sua falta de ritmo e da defesa e sua falta de tudo.

Flamengo até morrer!

Scout 2012: jogo 11

Vasco 2X1 Flamengo
22/2/12
Cariocão 2012
Gols: Vagner Love, 2′, 1T.
No ano: 5V, 4E, 2D; 57,5%; 15 gols pró, 6 gols contra
Jael – 2
Léo Moura – 2
Ronaldinho Gaúcho – 2
Vagner Love – 2
Adryan – 1
Camacho – 1
Deivid – 1
Luiz Antônio – 1
Negueba – 1
Renato Abreu – 1
Thiago Medeiros (Madureira) – 1

Cariocão 2012: Vasco X Flamengo – 22/2/12

Depois do reinado de Momo, vem o do Rei do Rio. Passar o rodo é bom, mas qualquer vitoriazinha em cima da freguesia assídua é legal. E é sempre bom contar com a soberba e animação dos buxas da camisa horrorosa. Nunca vi o Vice ganhar da gente contando vantagem antes. É o melhor indicativo de que dá Flamengo: 2 a 1.

Flamengo até morrer!