Category Archives: Flamenguidade

Só Mengão!

cornetada vitoriana 206: Protocolar

Assim como esse post, foi protocolar o baile ontem sobre a Chapecoense. Irrefutável 5 a 1, 3 do Guerrero, 2 do Diegão. O caminho se avisinha. Coisa de mais 20 vitórias e podemos pensar em um campeonato flamengo digno. A Ilha virou alçapão!

Flamengo 5X1 Chapecoense, Brasileirão 2017, Round 9. 8ª colocação.

Flamengo até morrer!

 

cornetada vitoriana 205: Empate com sabor de empate!

donA reles parte da sociedade que se mete a escrever pros outros lerem, eu entre eles, que o faço pra meus quatro queridíssimos leitores, eu também no meio, sabe que falar sobre o que não se quer em um dia que se quer ainda menos, como hoje, é osso. Mas é um de meus valores fazer aquilo que me prontifiquei a fazer. Portanto, mando a letra, ainda que curta, e sob o efeito do sentimento pouco nobre da raiva por não ter atropelado os bolhas do FluminenC na tarde de hoje.

Bom, já falei do resultado – não vitória – e do quando – hoje à tarde. Vamos pro como… Sofrível é a palavra mais publicável. Professor Zé Ricardiola, catedrático como poucos, gênio incompreendido, que paga os percalços das poucas idade e casca, inventou o termo “posse de bola estéril”. Então, o Flamengo de hoje fez assim: toca a bola, a mantém, mas entrega e tem que correr atrás. Já falei aqui que o futebol flamengo da atualidade é isso: bolas entram, não entram, tomamos gols, não tomamos, e o jogo termina em vitória nossa, empate ou derrota. Parece óbvio, mas é isso. E nem vou tentar explicar, porque só iria repetir as mesmas palavras. Mas vou dar pistas: faltam domínio de jogo, sorte (que acompanha, sim, os vencedores), competência, atenção. E bolas que não entram, entram; jogadas incríveis dão em nada; jogadas bizarras do adversário viram gols.

Começamos a rodada como a segunda melhor defesa do campeonato. Nem me dei ao trabalho de saber como terminamos, mas não deve estar muito pior. Agora, tomar 2 gois do sub-20 do time da Terceira Divisão é foda. Inventamos os triunfos dos caras. Donde se conclui que nossas defesas, as brasileiras, são sete-a-um-nianas. Rá!

Outra coisa, negócio de com Massaraújo, sem Massaraújo. Tomamos um traulitada em lance em que sua ausência foi sentida. Mas… Ah, não tem defesa… Rá, rá!

Por fim, os entendidos entre aspas massacram nosso ataque. Com razão, a depender do jogo de hoje. E fazem o mesmo com nosso DT. Mas, na boa, Zé Ricardo não entra em campo pra criar mil chances de gol e fazer só 2. Criando, é bom que se diga.

Se a Chape perdeu de 2 em casa hoje, imagina o que não faremos com eles na simpática Ilha do Urubu na quinta! 1 a 0 pra gente, garantido! Ahah!

Fluminense 2X2 Flamengo, Brasileirão 2017, Round 8. 10ª colocação.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana 204: Ilha do Urubu!

flamengo-ilha-do-urubu-2017_13uzfogn6fqvw1os7n1jczuz78Ah, chatão ter que falar de um jogo do Flamengo, realizado às 21h, contra a simpática Ponte (menos no uniforme, obviamente), com o time na posição 15 e à beira de mais uma crise, a depender dos escribas, a décima ou quadragésima do ano. Mas me impus esse sacrifício, não vamos fugir da palavra dada.

Bem, esportivamente, continua faltando rapidez na ligação da defesa com o ataque. Melhorou bem com a presença da ausência do Arão. Mas o Massaraújo tava lá, nada melhora com essa info. Trocar Paranoá pelo Rodney é ganhar jogo. Ambos juntos, então, e é 2 a 0 pro Fla, contra qualquer time. Vaz voltou, mas, como não fomos atacados…

Foi o primeiro jogo na nossa, sei lá, centésima casa no mundo. Pra um clube que não tem estádio… Ah, isso é Flamengo!

Podemos não ser o que se esperava da gente. Pode até ser ruim, mas é um time que não toma gol e não perde. Pra piorar, só tomando gol e perdendo. Não é o que está acontecendo, pra desdelírio dos anti. Que merecem continuar chupando.

Flamengo 2X0 Ponte Preta, Brasileirão 2017, Round 7.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana 203: Empatinho!

empate-no-xadrezOlha, não vou gastar nem muito tempo nem muita verve pra morrer nessa letra. Já tá atrasado mesmo… Este post não vai acrescentar muito.

Bom, aos costumes. Boa satisfação do Zé à Magnética ao tirar o Muralha do time. Menos por razões técnicas, mais pra dar um sacode, poupar o viking e oxigenar. Melhor ainda seria fazer o mesmo com Massaraújo e Arão, a dupla MAWA. O primeiro voltou a entregar o que tira. Não dá. Pior: se esconde atrás de marcador, foge do jogo. Dá não. Já o Arão, bom, ou ele desaprendeu ou está no lugar errado ou sem vontade ou tudo junto. Não pode ter cadeira cativa.

Tá passando da hora de ganhar! E mais ainda de jogar bem…

Por fim, o fim. Fui!

Avaí 1X1 Flamengo, Brasileirão 2017, Round 6.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana 202: Quarta!

indexQuarta derrota no ano, é bom que se diga, a primeira jogando pior que o adversário. Realmente, não temos dado nenhum show, mas temo que a fase não seja mesmo alvissareira. É bem verdade que o tal Ishpó Recife é ruim de doer, ruim com gosto de gás, mas é o jogo da vida dos pobres o confronto contra o Flamengo, jogo que eles querem fazer desde 1987. Os infelizes jogam contra a gente por comida. E, quando fazem, crescem que é uma beleza. Ah, só pra lembrar, foi a 3ª derrota em Brasileiros desde a primeira do returno de 2016. Contra eles mesmo inclusive. Não sei, não parece péssimo.

Bom, o fato é que manter a bola por 80% do tempo e errar feio as 5 vezes que chega por jogo não dá. Outra: por que jogar sempre igual? Digo, não basta ser o predador master do ludopécio pindorâmico, tem que ficar lembrando isso a toda hora? Esses times menores sabem o que é Flamengo e de nosso DNA superior. Mas podemos mostrar isso esperando os bichos, jogando na boa. Ah, saco!

Bem, já falei isso (não aqui!), mas repito: esse time joga por uma circunstância. Se conseguir o gol e não tomar, ganhamos. Se tomamos, geralmente é em função de nossos próprios erros, como hoje. Jogar bola, mesmo, tem tempo…

Sport 2X0 Flamengo, Brasileirão 2017, Round 5.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana 201: De volta!

20150107181351-estamos-de-voltaSem muito alarde, vamos retomar aos poucos os trabalhos do blog e da Cornetada Vitoriana, após quais 3 anos de ostracismo. E nada melhor que uma baranga de fé como o Chorafogo pra inspirar este escrevedor. Olha, tudo bem que se trata desses buxas, mas não é que os caras não são tão ruins como a tradição exige? Parabéns, mandaram muito bem na arte de estacionar ônibus à frente da zaga. E este ônibus está no plural. Devia ser uns 5! Que retraca do inferno, rapaiz! Fogão jogou como Foguinho, numa defensiva de dar dó.

Mas isso aqui não é espaço para falar de times menores. Vamos ao que interessa, essas 8 letras que nos dão tanto gosto, a força do universo que move 40 milhões de pessoas mundo afora e causa medinho na rafameia mal-vestida e ingrata: FLAMENGO! Lamentável o primeiro tempo, hein? Será que não dá, é proibido a mulambada jogar 90 minutos de jogo em bom nível? Reeditando um comentário aqui feito no século passado, apesar do humilde bloguinho ter iniciado seus trabalhos neste, se futebol fosse jogado na metade do tempo, seríamos uma espécie de PSG Realcelonatus de Munich Júniors. Como consegue compactar atuações ótimas, como a que passou a acontecer com a entrada do homão da porra toda Diego Ribas, com a do primeiro tempo, pífio, sem comentários e pífio de novo? Ah, qual é?

Bom, duas letras sobre o professor: não sei o que dizer sobre o bicho ainda. Me parece sério, bom no que faz, mas… Como disse, não sei. Pessoalmente, no entanto, gosto, o que já é bom. A ver…

E o menino dos 45 milhões de picanhas, Vinícius Jr.? Nus! Realmente, o carinha é diferente, mesmo. Mas o melhor de tudo é ver um sujeito, na glória dos seus sweet sixteen, jogar no meio da presepada arcoirista dando show! E quase marcando gol de gente grande! Nota 9,9 pro mulambinho porque estragou a tinta da trave com aquela manobra!

Bão, vou terminar minha latinha incrível de cerveja holandesa aqui finalizando com um pitaco sobre os menos queridos. Arão, se liga, velho! Vai sair do time assim. Devia sair ao menos. O Vaz, tomara, já dançou, o que nos fez passar menos raiva no certame de hoje. Massaraújo, mito, realmente, é dureza também. Gosto do cara, mas não pode ser titular incontestável, nem errar passes de 2 palmos. Junte-se um pouco de Damião, e vamos empatar com time pequeno pra sempre!

Flamengo 0X0 Botafogo, Brasileirão 2017, Round 4.

Flamengo até morrer!

Scout 2014: jogo 29

Fluminense 2X0 Flamengo
Rio de Janeiro, 11/5/14
Brasileirão 2014 – 4a rodada
Gols:
No ano: 17V, 6E, 6D; 58 pontos; 66,6%; 57 gols pró, 34 gols contra
Alecsandro – 14
Hernane – 6
Everton – 5
Paulinho – 5
Gabriel – 4
Elano – 3
Lucas Mugni – 3
Nixon – 3
Léo – 2
Márcio Araújo – 2
Negueba – 2
Welinton – 2
André Santos – 1
Cáceres – 1
Luiz Antônio – 1
João Paulo – 1
Samir – 1
João Felipe (Nova Iguaçu) – 1
Léozão (Madureira) – 1

Scout 2014: jogo 7

Flamengo 0X3 Fluminense
Rio de Janeiro, 8/2/14
Cariocão 2014 – Taça Guanabara – 7ª rodada
Gols:
No ano: 5V, 1E, 1D; 16 pontos; 76,1%; 16 gols pró, 9 gols contra
Alecsandro – 4
Hernane – 4
Gabriel – 2
Welinton – 2
Elano – 1
Léo – 1
Negueba – 1
Samir – 1

Scout 2013: jogo 44

Flamengo 2X1 Santos
12/9/13
Brasileirão 2013 – 20ª rodada
Gols: Léo Moura, 19′, 1T; Hernane, 9′, 2T.
No ano: 23V, 10E, 11D; 79 pontos; 59,8%; 63 gols pró, 45 gols contra
Hernane – 21
Elias – 7
Renato Abreu – 7
Marcelo Moreno – 4
Nixon – 4
Cleber Santana – 3
Gabriel – 3
Rafinha – 3
João Paulo – 2
Paulinho – 2
Cáceres – 1
Carlos Eduardo – 1
Chicão – 1
Ibson – 1
Léo Moura – 1
Roberto Dias (Campinense) – 1
Rodolfo – 1

Cornetada Vitoriana nº 190: Faltam 28 dias

Presidente Flamengo“O Flamengo vai ter um time competitivo, vamos brigar pela ponta do Brasileiro, mas não dá para iludir ninguém.”

Ai, ai.

Flamengo até morrer!