Category Archives: Flamenguidade

Só Mengão!

cornetada vitoriana 222: 0X0 pro Mengão!

34443324botafogoxflamengo

0X0 pro Flamengo!

Meio atrasado, pois simplesmente esqueci disso aqui, mas segue a letra curta sobre a contenda de quarta, dia 16/8/2017.

Bom, foi a estreia de nosso novo manager. 0X0 com o Botafogo. Grandes coisas, empatar com esse rival é o resultado mais comum dentre os 3 possíveis. Após vitória do Queridão, obviamente. O jogo serviu, no entanto, para ver o comportamento do time já com o novo comando. Pode parecer exagero, mas o time se portou de outro jeito. Se criou menos, também não cruzou as 60 bolas de média pra área adversária, sem perigo algum. E foi menos arame liso, marcando melhor e não dando absolutamente nenhuma chance para o Fogão. Ajudou nisso os laterais mais recuados e a aplicação tática do time. Ponto para o Prof.

Olha, sobre o Botafogo, sério mesmo: medíocre. Futebol horroroso, covarde, medroso. Pouco para um time dito grande. E como bateram, mano! Abriram a caixa de ferramentas geral, distribuiram bordoada a torto e a direito. Pamonha, o juiz deixou o pau cantar sem nada fazer. E quando resolveu mostrar controle expulsou nosso goleiro quando talvez nem cartão amarelo fosse o caso. Lamentável!

Botafogo 0X0 Flamengo, Copa do Brasil 2017, Semifinal – ida.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 221: Mão na Rueda!

Não é terra arrasada. Não é mesmo. Jogamos mal, é bem verdade, mas perder para o Atlético Mineiro, notório freguês, em seus limites não é exatamente o resultado menos improvável do mundo. Do jeito que foi é que talvez possa gerar alguma discussão. E perdendo posições na tabela ajuda a piorar. Some a isso o fato de sermos os maiores ressucitadores de zumbis do futebol nacional e pronto. No entanto, digo uma coisa: Galo precisa se ligar, porque ganhar do Flamengo do Jayme não reabilita ninguém.

No jogo, o Flamengo conseguiu a proesa de reeditar todos os piores momentos do ano em um só jogo. Se antes criávamos e não matávamos o jogo, se a defesa errava e perdíamos, se não nos mantínhamos em estado de atenção durante o jogo, no domingo potencializamos todos os nossos defeitos durante todos os 90 minutos. Todos! A defesa continuou a baba de sempre, desprotegida. Elevamos o conceito de arame liso à décima potência: cerca mas não machuca. Menção honrosa (melhor dizendo, horrorosa!) ao poderoso Trauco. Acho que devia treinar em separado pelo resto do ano e passar por avaliação psicológica após isso, pra pensar em suas atitudes. E não voltar mais não só pro Flamengo, mas para o futebol. A derrota vai, sim, sem dó, pra sua conta!

22Bom, chegou o novo treinador, tratado como super-herói pela mídia golpista e pela Magnética, que fala do bicho como se o acompanhasse feito novela. Tenho minhas dúvidas. Língua, cultura, ambiente, cidade, país, jogadores, futebol, torcida… É muita variável pra se adaptar. Não sei se isso é bom no curto prazo. Se for para o ano, esquecendo desde já 2017, faz sentido, pelo que já li sobre o cara. De qualquer forma, boa sorte ao nosso Reinaldo Rueda!

Amanhã tem semifinal da Copa do Brasil contra o Botafogo. E eles são hiper-favoritos. Ótimo!

Atlético/MG (11º) 2X0 Flamengo (7º), Brasileirão 2017, Rodada 20.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 220: Chupa, Palestino!

imagesAh, 5X0 no Palestino do Chile, mano. Devolvemos a eliminação do ano passado. Chupa!

Por que o time completo contra uma galinha morta como o adversário de hoje? Porque é como jogaremos contra o Atlético Mineiro domingo. Jayme gênio!

Melhor acontecimento da noite: primeiro gol do menino Vinícius Jr! Valeu, garoto!

Flamengo 5X0 Palestinos-Chile, Copa Sulamericana 2017, Fase 2 – volta.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 219: Valeu, professor!

xINFOCHPDPICT000068700757.jpg.pagespeed.ic.Gx8rYP6ELF

Valeu, grande Rubro-Negro!

A letra de hoje certamente iria sugerir que, após o resultado patético para o notório freguezaço Vitória, a situação ficaria insustentável para o professor Zé Ricardo. Escrevo minutos após sua queda. Curioso é o cara perder sua posição exatamente no jogo em que deixou de lado uma de suas características mais marcantes, senão a mais delas: a fidelidade a seus princípios, ao barrar o Massaraújo e deixá-lo no banco, como solicitava os pitaqueiros de plantão, parte da torcida e a mídia resenheira e desorientada. Fato é que o bicho foi responsável direto pela derrocada de seu treinador, é mole? Ahah. Brincadeirinha…

Uma coisa é clara nisso tudo: o time não evoluia, faltava sempre alguma coisa. Não gostei da demissão do cara, mas não sei se lamento também. No entanto, pros padrões do ludopécio nacional, o homem foi guerreiro e a diretoria o segurou no cargo o quanto pode.

Lembrando a CV anterior, continuo achando que o treinador não cortou bola no pé do adversário como no primeiro gol do Vitória, nem fez pênalti cretino, como o capita fez no segundo. Mas entendo.

O bicho deixo o Flamengo com 89 jogos, sendo, 47 vitórias, 17 derrotas e 25 empates, 62,17%. Bom, vida que segue!

Desde já, fora Jorginho, Roger Machado, Eduardo Baptista!

Flamengo (5º) 0X2 Vitória (19º), Brasileirão 2017, Rodada 19. 5ª colocação.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 218: Culpa do técnico?

arq_216147Já é uma coisa chata você se impor algo que depende de inspiração, coisa que quem já usou sabe o quanto não vem sempre que você quer. Quando essa imposição tem a ver com o que pode mexer com seu estado de espírito, então, a tendência é piorar. Portanto, está explicada a demora nessa letra. No entretanto, antes de tudo, Flamengo X Santos é o jogo mais legal do futebol brasileiro.

Quanto à contenda de quarta, pô, difícil até dizer alguma coisa. O professor entrou com o que tinha de melhor, mantendo certas barrações que algumas forçações de barra da imprensa imperialista indicam como causadoras do mal que nos abate. E escalando mudanças pontuais, como a do Renê no lugar do Trauco, pra impedir a subida do forte lado direito do Santos. Além disso, as substituições foram bem feitas e necessárias, nada a dizer sobre isso, menção somente à obrigatoriedade de uma delas. O Rodinei foi muito, mas muito mal expulso. Nem falta fez ao tocar claramente na bola. Mas a maior questão é a da postura em campo. Ao menos paramos de tomar gols iguais em todo jogo. Mas aflorou outra questão: que merda é essa de cercar, cercar, não combater e, quando o faz, entrar feito vaca brava e ceder um (bonito) gol cretino?

O time criou, se impôs, jogou melhor, sim, mas perdeu 1 milhão e meio de gols decisivos. Isso contra o 3º colocado do campeonato, pleiteante a título e em sua casa. De minha parte, acho que os 15 pontos que passaram a separar o Fla do líder Corinthians nos descredenciam a algo melhor nessa parada que uma vaga na Libertadores. O que é lamentável.

Some o último parágrafo ao penúltimo e responda: que culpa tem o técnico?

Santos (3º) 3X2 Flamengo (5º), Brasileirão 2017, Rodada 18. 5ª colocação.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 217: Bug

ErrosÉ. Erros de arbitragem acontecem. Bizarros como o de ontem no gol legítimo do Jô. Mas os a favor do Flamengo parecem mais importantes. Ao contrário, parece que nunca acontecem contra o Flamengo. Aliás, esses erros fazem muita gente boa achar que acontecem beneficiando unicamente o Flamengo. Pior: acontecem unicamente pra beneficiar o Flamengo. Mas do impedimento mal marcado pelo mesmo bandeira anulando uma clara chance de gol no segundo tempo ninguém fala. Ok, sem mais.

Bem, acho que o professor fez o que se espera dele ontem: fez o time jogar bola, correr atrás, dominar, segurar resultado, quase conseguir um placar melhor. Mudanças bem feitas, inclusive taticamente. Se ninguém brilhou individualmente, fomos mais time que o Corinthians, e mais time do que costumamos ser. Mas, claro, porque o adversário cansou, está desfalcado e foi prejudicado pelo erro bisonho do bandeirinha. Ainda bem que não ligo muito pra opinião da rafameia arcoíris mal-vestida.

Mas não podemos tomar gol igual aos que tomamos contra Grêmio, Cruzeiro, Palmeiras e Coritiba. De novo!

Corinthians 1X1 Flamengo, Brasileirão 2017, Rodada 17. 5ª colocação.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 216: Transtorno dissociativo de personalidade

4130Quaaaaaaase repetimos o insucesso de nossa mediocre participação na Libertadores. Enquanto está no quase, pra mim, está valendo. Não, não fomos tão mal assim. Sim, perdemos de 4. Não, não foi nosso pior jogo. Sim, o Santos é bom time. Não, nada justifica.

Esse Flamengo é estranho. Hoje não foi diferente de todos os outros dias nos outros 122 de nossa existência: não sabemos jogar com resultado a favor, com vantagem, por menor que seja. De cabeça, lembro da final da C do B perdida pro Santo André. Da final da Libertadores de 1981 contra o Cobreloa do Chile, cuja vantagem não mantivemos e provocamos um terceiro jogo. Dos 4 a 1 para o Galo em, se não me engano, 2014, quando vínhamos da mesma vantagem de 2 a 0 de ontem. Mas, sério, deve haver uns mil em que triunfamos…

O professor Zé Ricardo mostrou novamente que é Flamengo pra cacete. Internalizou essa regra listada no parágrafo ulterior. O que é bom por um lado. Mas mexeu estranho, o que é péssimo. Não, não era jogo pro Gabriel hoje. Aliás, nunca é. Entrou, não fez muito. Mas, enquanto estava em campo, mantivemos a bola na frente, razão pela qual não tomamos mais uns 12 gols. Acho que ficamos a um da mudança de técnico. Como ficamos da classificação na Liberta, da liderança do Brasileiro contra o Palmeiras no Allianz Parque ano passado, e de uns outros tantos jogos e campeonatos já disputados.

Não dá mais pra confiar no Vaz. Falha quando não precisa, sem tentar acertar. Fora isso, fez um bom jogo. Mas o efeito Eric Faria se fez presente de novo (o repórter da Globo, detonou o pobre, repetindo umas 15 vezes que reclamaram com o técnico da pichotada dele em um dos gols do Santos). Razão para acabar com a breve carreira do rapaz no Flamengo. Mais que sua pífia apresentação. Minha opinião sobre as reclamações entre parêntese: se ocorreu uma, foi muito.

Sabe por que ainda confio em um ano frutífero pro Flamengo? Porque estamos vivos em algumas boas frentes, apesar de Vaz, Muralha, Massaraújo, Gabriel…

Santos 4X2 Santos, Copa do Brasil 2017, Quartas-de-final – volta (classificado para a semi-final)

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 215: Chorumelas

hqdefaultBuenas, a “crise” na Gávea parece ter arrefecido, como de regra ocorre quando o Flamengo ganha um jogo. Mas volta quando não ganha. Não ganha, veja bem, é muuuuuuito diferente de perde. Porque esse time atual do Flamengão Fuderosão Passador de Rodo Geral teima em não perder. Mas os nossos amiguinhos da imprensa adoram meter uma crise na gente. Portanto, só podemos estar falando de empate. Em outras palavras: empates geram crises no Flamengo para a imprensa esportiva tupiniquim.

É legal sentar pra escrever sem assunto, porque ele vai surgindo e acaba que resulta em esculhambações como a do parágrafo inicial. Mas seu conteúdo pode ser confundido com fuga da realidade, ao que reajo com um sonoro foda-se. Não sou ninguém, além de um simples simpatizante do clube Mais Querido do Brasil. Não sou responsável por nada alí além de manter minha mensalidade de sócio-torcedor em dia. E isso não ganha jogo. Portanto, posso fugir da realidade, se quiser. Não tenho porque explicar coisas sobre o Flamengo.

Mas tenho alguns direitos, na qualidade a mim atribuída pela condição de torcedor, sócio-torcedor, pitaqueiro não-oficial e influenciador digital de meia-tigela. Um deles é o de cornetar. Exercendo este direito, consegui ver alguma melhora e rapidez na saída de bola. É bem verdade que Massaraújo não nos brindou com o ar de sua presença no jogo de sábado, razão pela qual também não tomamos um gol pelo meio. Mas ele estava nos últimos 3 gols sofridos anteriormente, 2 do Palmeiras e 1 do Cruzeiro. Todos iguais. Todos pelo fato de que ele não estava lá pra cobrir, atrapalhar, chutar os adversários. Quero dizer que sair jogando com esse rapaz tem uma relação direta com gols tomados por trás dele. Falta treino.

No mais, sem muito o que falar. Quanto ao professor, uma letra: ainda não perdi a paciência com o cidadão, mas temo muito que este dia não esteja longe de chegar. Porque as peças são boas, só precisamos de um time. Não massacrar o fraquíssimo Coritiba em casa em dia de festa explica isso. Ainda que tenhamos tido 5 desfalques.

Amanhã temos Santos, na Vila, pela Copa do BR. Vamos pra cima.

Flamengo 2X1 Coritiba, Brasileirão 2017, Rodada 16. 4ª colocação.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 214: Chato!

imagens-divertidas-ele-e-um-chato--rd4rjhdkeuxÉ o que já pode caracterizar o que vem ocorrendo há uns dois anos nos embates entre Flamengo e Palmeiras. E olha que minha memória é uma merda das grandes. Mas procurem saber do jogo das 11h no Allianz Parque em 2015 pelo Brasileiro, aqui em Brasília e lá de novo em 2016, com a expulsão do Massaraújo por nada e nos 2 pênaltis não marcados e nos dois gols que começaram com falta do Mina (seus cabelo é da hora!) no Guerrero no jogo de ontem. Pior: Verdão parece estar substituindo o Corinthians como queridinho dos árbitros. Todo jogo tem uma marotice a favor dos caras. Difícil mesmo! Sou Flamengo, e é sabido que os especialistas em chororô são outros, mas poham…

Bão, professor não erra pênalti, não perde gol e não erra cobertura, né Xerifão Rever? No máximo treina o time pra não errar bizarramente como ontem, não mais que o homem de preto. Mas sei lá, já tá dando uma enchida. É sempre a mesma coisa, o time não consegue engrenar, ou tá demorando demais a fazer isso. E, pior, não consegue manter resultado e nem correr atrás. Nunca foi unanimidade, mas acho que a torcida perdeu a paciência geral hoje. Sei se fica muito mais não… Ah, tá osso!

Não vou falar que jogamos bem a maior parte do tempo, que o jogo poderia ter outro resultado e que o time não é ruim. Não vou mesmo.

Estranho, tá pior que ano passado, com um time com jogadores melhores e adversários piores. Dá pra entender não!

Flamengo 2X2 Palmeiras, Brasileirão 2017, Rodada 15. 4ª colocação.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 213: Cansado

Não meu time. Nem eu em relação a meu time. Só cansado.

Cruzeiro 1X1 Flamengo, Brasileirão 2017, Rodada 14. 4ª colocação.

Flamengo até morrer!