Category Archives: Variadas

Cornetada Vitoriana nº 87: Abaixo a dungalização do Andrade!

Confesso que temi pelo pior em relação à promissora carreira do nosso promissor Andrade, o Tromba. Em como dominar a situação, falar a língua da mulambada, tirar o melhor de cada jogador e manter o Flamengo Flamengo, não temos nenhuma dúvida de que ele é bom. No entanto, juro que temia pelo processo de burocratização de nosso treinador campeão. Os jogos do Flamengo tinham-se tornado muito previsíveis, sendo superados em previsibilidade pelas escalações óbvias e pelas alterações café-com-leite de nosso comandante. Contra o Resende, acho que meus temores se dissolveram. Pela primeira vez, vimos o Menino Pacheco e o Pet em campo juntos, o que foi ótimo. O Andrade colocou outro meia no lugar de um cabeça de área, o Toró, que até fez bem feito enquanto ficou em campo. E ainda colocou um lateral no meio-campo. Achava, até então, que o cara era do tipo que pensa que zagueiro só substitui zagueiro, meia entra no lugar de meia e atacante só sai pra dar lugar a outro atacante, como certos treinadores de certas seleções brasileiras. Resultado: nó nas tripas dos pequenos resendenses e goleada convincente com boa apresentação.

Juan tá voltando? Não, não me refiro ao zagueiro da Selecinha, mas ao nosso bravo marrentinho lateral esquerdo. Jogou pacas no sábado, e tem dado várias assistências para gols. O Léo já está mostrando serviço a muito tempo. Flamengo com os laterais jogando bem, mais o Império do Amor é igual à invencibilidade na América. Resposta à pergunta inicial: sim!

O Bruno The Wall saiu em defesa do Adriano e asseclas no embróglio do suposto baile funk na semana passada, exigindo respeito. Vi uma crítica do Sr. Álvaro Oliveira Filho (Globo/CBN) dando conta de que, pra exigir respeito, tem que se dar ao respeito. Natural. Nada natural foram os exemplos dados pelos comentador. Lembro do episódio envolvendo o então auxiliar técnico Andrade e o recém-chegado goleiro. Ora, meu filho, o cara não sabia onde estava, e nem com quem estava lidando, ao desrespeitá-lo. Será que alguém que pensa iria mesmo achar que o goleiro titular há 3 anos e capitão de uma equipe qualquer não respeita seu chefe e continua em campo? Outro fato citado foi relativo às (será?) brigas entre os jogadores do Flamengo, tornando o ambiente de desunião e discórdia. Ora, o Flamengo é o maior clube do mundo, o que mais vende notícia, e até um zelador gripado vira manchete. E, infelizmente, não sabemos lidar com blindagens e factóides inventados ou mesmo verdadeiros divulgados pela imprensa. O que quero dizer é que todo time tem 25, 30 jogadores, e é impossível não haver arranca-rabo e tititi entre esses caras. Ocorre que, no Flamengo, essas coisas vazam e tomam uma proporção gigante. A melhor prova de que o ambiente é bom se vê nas comemorações dos (milhares de) gols que fazemos, ocasião em que 6, 7, 8 jogadores, mais alguns reservas, se abraçam e se cumprimentam. Ah, chega dessa bobagem…

Ainda sobre as falas do Bruno, o cara disse: “Qual de vocês aí que é casado que nunca brigou com a mulher, que nunca discutiu, que nunca ATÉ saiu na mão com uma mulher?” Isso é textual, foi exatamente isso o que ele disse. É bem diferente dizer que ele acha que é normal se bater em mulher, fazer apologia a isso ou afirmar que o jogador disse que bate em mulher, como se tem sido noticiado. Não tenho procuração pra defendê-lo, mas, a despeito de ele ter ido a público pedir desculpas pelo discurso, o que é mais uma satisfação para fechar o caso que uma assunção de culpa, esse é outro caso clássico de má interpretação, exagero e má fé da imprensa para com o Flamengo e seus atletas.

Mais uma vez atropelamos um pequeno e, graças à incompetência florminensista, assumimos a liderança, que era temporária para o tricoflor e é definitivamente nossa até o fim do turno.

Adriano tá vacilando. Vai ficar de fora da Copa desse jeito…

Saiu a tabela do Brasileirão 2010. O Mengão pega o SP, dia 9 de maio, no Maraca. Primeira vítima.

Flamengo até morrer!

Extra: O Mengão pode ser Hexa. E eu No Maior do Mundo, com a Maior do Mundo!

Na quarta-feira da semana passada, já com as passagens compradas de Brasília para SP para o show do AC/DC e do Mengão em Campinas, tentei, durante todo o dia, descolar um ingresso pela internet, no canal oficial de vendas da empresa que os comercializa, o tal Ingresso Fácil. Claro que não foi fácil. Aliás, não foi nada, já que o site estava intransitável. Além disto, há uma promoção do Itaucard, na qual o cliente paga meia na compra de ingressos para jogos de futebol, desde que pague com este cartão. O detalhe sórdido é que o único meio de pagamento possível era débito em conta do Itaú, banco do qual não sou correntista e nem me lembrava no momento de quem fosse. Tentei reclamar ou comprar pelo telefone, sem sucesso também. Tentei ligar dezenas de vezes e somente uma delas foi atendida. Sem solução. Pra concluir a primeira parte deste dia maldito: não consegui comprar ingressos, apesar das tentativas de um dia inteiro!

Claro, não podia deixar passar uma parada dessas em branco. Como é que os caras lançam uma promoção na qual você tem um benefício se se utilizar do produto deles como forma de pagamento se essa forma de pagamento não é disponibilizada pelo parceiro indicado? Como uma empresa como o Itaú associa seu nome ao de um serviço que simplesmente não funciona? Bom, no Brasil do panetone Arruda, dos descasos dos quais os consumidores vivem sendo vítimas e de empresas que só pensam no próprio nariz, isso não é de se estranhar. Mesmo assim, deixei uma reclamação formal relatando minhas agruras para NÃO conseguir um ingresso que estava disposto a pagar o preço cobrado inclusive no canal disponibilizado pelo site do Itaucard. Ah, não mencionei, mas sou cliente desta empresa há anos, apesar de não ser correntista. E esqueci o assunto.

Bom, a partir deste fato, as coisas começaram a querer mudar. Como é de conhecimento de todos, os ingressos para o jogo de amanhã pela última rodada do campeonato se esgotaram no dia em que foram colocados à venda. Estando longe do Rio, minha única chance era ter alguém que se dispusesse a enfrentar a fila mostro de cambistas nos pontos de venda do Rio para descolar uma entrada para o jogo. Única na minha opinião, porque ainda tinha o Ingresso Fácil, opção que nem sequer cogitei, em função do relatado acima. Bom, fiquei sem ter como entrar no Maraca e fazer parte daquilo que pode ser histórico para a Nação Rubro-Negra. Ainda assim, de passagens novamente compradas, tentei algumas alternativas de ir ao jogo. Ao Rio iria de qualquer forma. No entanto, as opções que restaram foram os cambistas e o preços absurdos impetrados pela mistura da lei da procura e oferta e da desorganização na venda dos bilhetes.

Foi quando uma moça de uma empresa ligada à promoção do Itaucard me ligou, tentando entender o ocorrido e o porquê da minha reclamação tão contundente. Não quero citar seu nome e nem o de sua empresa por razões óbvias: vai que vira moda… Ela vai ser tratada aqui na qualidade de anjo da guarda. Pois é, ela me ouviu, trocamos altas ideias acerca da situação, falei do absurdo de tudo isso, e não vou me alongar mais no relato do nosso telefonema de uns 45 minutos. E sem usar um único gerundismo, mesmo com um sotaquezinho paulista bonitinho bagarai! Por fim, sem prometer nada, mas de uma atitude profissional incrível, ela disse que ia tentar conseguir com uns contatos os 3 ingressos de que precisava (claro, não vou sozinho), mesmo sabendo que os ingressos haviam todos sido vendidos em horas. Se preocupou com todos os detalhes, com a chegada em minhas mãos e até com o fato de que, em um primeiro momento, não teria conseguido, infelizmente, as entradas. Não satisfeita, o anjo da guarda continuou tentando no dia seguinte, o que prova que ela não falou o que falou para me deixar tranquilo ou para jogar para a galera – no caso, eu. Não era nem mesmo um pedido de desculpas, como uma compensação por tudo o que passei naquela quarta-feira, dia 25/11/2009. No meu modo de ver as coisas, era mais uma preocupação com a pessoa de um cliente, com sua satisfação, com seu bem-estar.

Bom, na sexta-feira, quando vi o carro dos Correios dobrar a esquina da rua do meu prédio, tive uma certeza da qual duvidava até então: anjos existem!

Flamengo até morrer!

Extra: Há mesmo coisas que só acontecem com qualquer Botafogo…

botaxceil2Ontem, Ceilandense e Botafogo-DF, uma filial da cachorrada aqui de Brasília, fizeram a final da Segunda Divisão do Candangão. O Fogão, que tem Túlio Maravilha em seu elenco, jogava por um empate e pela possibilidade de mostrar ao mundo o 900º gol do ídolo. Pois é, não aconteceu nem uma coisa, nem outra, em mais uma demonstração do vicismo adquirido do timeco da camisa horrível. Agora, vem a cereja do bolo: por exigência do patrocinador do time campeão, seja por jogada de marketing, ou simples provocação, a camisa da foto ao lado foi a usada pelo Ceilandense na final.

Agora, o mais engraçado é o seguinte: nem de longe as cores Rubro-Negras combinam com as cores do algoz do Foguinho, que são branco, azul e vermelho. Dá um confere na foto abaixo.
Ceilandense
O jogo terminou em 2 a 1 para os campeões e ambos adquiriram o direito de disputar a 1ª divisão candanga no ano que vem. Detalhe sórdido: o gol da vitória foi feito nos acréscimos do 2º tempo.

Tem ou não tem coisas que só acontecem com o Botafogo?

Flamengo até morrer!

Variadas: Obina se foi

ObinaVai na paz, meu filho. E vai voltar valorizado do Palmeiras, esse, que é o único jogador do Flamengo até aqui a ter um tag neste site.

Flamengo até morrer!

Variadas: o primeiro dia do ano Rubro-Negro

É hoje. Internacional e Flamengo marcam o primeiro ou o último dia do ano para o Flamengo. Em que pese a melhor fase e o favoritismo colorado, já disse uma vez, digo de novo: sou mais a gente. 1 a 0 é goleada e obriga os gaúchos a fazerem dois. Contra defesa de verdade, duvido que consigam.

Contratamos o Pet. Olha, pode até parecer ruim, mas acho ótimo. E a motivação do cara parece ser grande e vai compensar os 36 anos de idade. Quantos jogadores de prestígio você conhece que honrou o Manto e que fez de tudo pra voltar e encerrar a carreira no Mengão? Desculpando a sinceridade, nem Zico fez isso.

O fantátisco basquete Rubro-Nebro segue em busca do bi. Conseguimos a classificação fácil para as semi-finais ao bater o Pinheiros por 3 a 0.

A tal janela tá chegando e o estrago é eminente…

Flamengo até morrer!