cornetada vitoriana 237: Esse é o caminho

Dua-to-See-Prophet-Muhammad-in-DreamEntão, vamos Flamengo!

Comecemos falando do jogo. Leal o rapazinho, reforço do Flamengo, mas jogador do Flu, menino Marcos Júnior. Ajudou legal. Quebrou nosso capita, tomou amarelo e desapareceu no jogo, até a bola na trave pouco antes de sua saída para o anonimato. Maneiro. Podia chegar menos e salvar a perna do Réver.

Falando em  reforços, o FluminenC jogou com dois: a não inscrição do Gum e a não escalação do Henrique… E conseguiram perder pro Flamengão. Ahah!

Por que tudo é mais fácil quando o time é bem escalado?

Quanto ao jogo, o Flor deu seu primeiro chute a gol com o Scarpa – apagadaço! – aos 26 minutos de jogo. E a primeira vez que o goleiro do Flamengo tocou na bola com a mão foi aos 41. Diz muito, né? Sem falar que, como não teve pênalti, o menino Dourado não viu nem tocou na pelota na primeira etapa inteira, salvo no chute que possibilitou o citado toque do Diego Alves com a mão.

Falando de Flamengo, acho que foi a primeira vez no ano que jogamos com a vontade que a Magnética espera, confia, torce. O Cuéllar acabou com a raça fluminensista! Jogou por demais! Acho que a gana do profe no banco contagiou o time, for the very first time! O bicho estava até descomposto, descabelado, amarrotado…

Pra terminar, o futebol brasileiro é assim mesmo: todo mundo acha que pode ganhar de todo mundo, até um que joga a eliminatória da Série A, com chances grandes de conquistá-la, caso do Flor, contra um dos melhores plantéis do país. Às vezes dá, na maioria delas, não. Por isso, como hoje, um time joga melhor um tempo. E o outro, o outro tempo.

Ah, são 8 jogos no ano, nenhuma vitória tricolete.

Mas a porra toda está em aberto. Não tem nada fácil.

Fluminense 0X1 Flamengo, Copa Sulamericana 2017, Quartas-de-final – ida.

Flamengo até morrer!

Anúncios

cornetada vitoriana 236: Sono

É a sina flamenga: entra ano, sai ano, e perder pra times da parte de baixo da tabela, infinitamente piores, parece ser a coisa certa a ser feita. Esse ano seria diferente? Por quê? Domingo, em que pese o São Paulo ter feito um jogo até bom no primeiro tempo – por incrível que pareça!, um gol mandrakaço e o Flamengão não ter nem entrado em campo, não podemos esquecer de que o adversário é um time horroroso, que está disputando de novo a liderança da seletiva para a Série B 2018, com boas chances de sucesso desta feita, que é treinado (?) pelo Dorival Jr, cujo maior feito na vida foi ganhar uma Segundona com o Vice da Gama num desses trocentos rebaixamentos cruzmaltinos e jogou em casa, o que aumenta uns 2% as chances de vitória do caras. Agora, ajudar os bichos com uma atuação pífia na etapa inicial, uma (outra!) escalação bizarra e a mesma vontade de jogar bola que eu tenho de nadar até a África foi altamente desnecessário.

Uma coisa engraçada que tenho percebido nos comentários da imprensa golpista e enganadora do Brasil de meu Deus: as críticas ao Flamengo. Não que não as mereçamos, mas o FluminenC, por exemplo, adversário pelas quartas da Sula, não ganhou e nem vai ganhar nada esse ano (ainda temos um Carioqueta pra chamar de nosso), foi eliminado na C do B em que fomos finalistas, perdeu mais que a gente durante a temporada (aliás, pouquíssimos, senão ninguém, perderam menos que o Rubro-Negro), tá quase caindo pra sua divisão de direito, mas ruim pra ela – imprensa – é o Flamengo. Vai entender…

De resto, vamos ver o que rola. Sou mais a gente, em qualquer situação.

Acho bom nos lembrar de que temos uma Libertadores do ano que vem para se classificar ainda.

São Paulo (14º) 2X0 Flamengo (7º), Brasileirão 2017, Rodada 30.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 235: Não convenceu

Não é uma vitoriazinha mequetrefe contra um notório saco de pancadas que vai mudar a visão que tenho deste Flamengo claudicante de meu Deus. Continua sendo o mesmo time frio, xoxo, sem sal, previsível, meio besta. 3 pontos são legais, mas chuverinho contra Chapecoense não dá. Ao menos não tomamos gols, apesar de nossa média de marcados ter caído pela metade.

Everton Ribeiro, meu filho, não é assim que se bate pênalti. Rueda, meu professor, Gabriel, não!

Chapecoense (16º) 0X1 Flamengo (7º), Brasileirão 2017, Rodada 28.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 234: Ah, Para(á)!

depositphotos_41099627-stock-photo-para-state-on-map-ofRelendo posts antigos, 2011, 12 etc, fico chocado com o quanto o Flamengo é constante e estável. Sim, de uma maneira muito ruim. É sempre a mesma ladainha, o time não engrena, perde pontos para times pequenos, ou mal classificados, ou freguezaços, ou, como ontem, os 3. Explicações? Vou surfar na onda impoluta do notório saber futebolístico – em outras palavras, me meter a falar sobre o que todo mundo acha que conhece – e mandar meu pitaco sobre o ocorrido ontem, contra o FluminenC. Desde a escalação, acho que o profe mandou muito mal. Duro engolir um lateral bife ideal (de médio pra mal passado, ahah) como o Pará, que fez um golaço contra digno de prêmio Puskas, jogando improvisado tendo dois especialistas no banco. Não entendi. Como também procuro entender porque entrar com Massaraújo e Rômulo, tendo Cuellar e Airão no banco. Sem noção.

O que me leva a acreditar em algumas teorias. Será que o Mr. Rueda age como nossos representantes, que impõem dificuldades para vender facilidades? É, porque, como previsto, o time jogou à altura da bosta de escalação que se apresentou. E olha que o adversário é ruim pra cacete! Mas ele mesmo resolveu com as substituições. Só pra você ter uma ideia, o Paquetá, bom jogador, mudou de posição em TODAS as 3 substituições.

Outra tese, e que me parece ser a definitiva, porque o treinador não me parece tão ruim quanto seus resultados: o de que já estamos em pré-temporada, ele está estudando o elenco e já trabalhando para 2018. Mas há uma vaga para a Libertadores que precisa ser conquistada ainda, e não é de se espantar se não conseguirmos umazinha sequer…

O fato é que está foda acompanhar jogos do Flamengo atualmente. E não há nada convincente em termos de evolução de trabalho quando, após 10 dias de treinamento, a solução para bater o Fluminense – o Fluminense! – é chuveirinho na área! Dá não! O consolo é que não estamos muito aquém do nível do ludopécio pindorâmico.

Flamengo (7º) 1X1 Fluminense (16º), Brasileirão 2017, Rodada 27.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 233: Aracnofobia

aranha

Medo!

A Ponte Preta tem um goleiro, até bonzinho, chamado Aranha. Perdemos vergonhosamente hoje pra ela, não por ser a Ponte, em que pese ser um dos piores times que já vi na vida, mas porque o goleiro em questão não fez uma única defesa. Só pode ser medo de aranha, pelamor!

E olha que temos Diego Alves e Ribas, Everton Ribeiro, Arão. Mas temos também Gabriel, Vizeu, Renê, Pará. Não dá. Agora, são uns 2 meses quase e uns 12 jogos já com o técnico novo. Sei não, como digo, não entendo do riscado. Mas não está resolvendo. Quero estar errado.

Nada a ver com a perda da Copa do Brasil, mas sinto em dizer que o Flamengo atual é muito, muito fraco. Sua sorte é que compete com times que conseguem ser mais fracos ainda, o que explica continuarmos a ter uma das melhores campanhas do returno…

Ponte Preta (15º) 1X0 Flamengo (7º), Brasileirão 2017, Rodada 26.

Flamengo até morrer!

 

cornetada vitoriana 232: O Brasil é azul

tumblr_m1imtlyVJY1rqt4bpo1_500Parabéns, Cruzeiro! Campeão digno, de respeito. O Brasil é azul!

E não deu pra Nação. Paciência, faz parte, só perde título quem tem a chance de ganhar. Desses, somente 2 de quase 100 times conseguiram essa possibilidade. Bom, vamos aguentar a falação, na paz.

Quanto ao jogo, acho que não fizemos muito pra ganhar em campo. Nos pênaltis, nem comento. O Muralha não teve culpa nenhuma. Mas admitir que escolheu um canto pra pular como tática é meio anos 1960 demais pro meu entendimento. Por fim, lembro que foram dois jogos, dois empates. Pensemos…

Prefiro me ater ao desempenho do Diego: joga muito, manda demais, mas hoje foi negação. Total! E nem estou falando do pênalti.

Bem, como disse, tá valendo!

Cruzeiro 0X0 Flamengo, Copa do Brasil 2017, Final – volta.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 231: Oi?

Um saco esse negócio de time reserva inteiro no principal campeonato nacional. É de se lembrar que, em muitos casos, é o torneio que melhor paga os times nacionais, sem o qual não teriam razão de existir. E também que, se as outras frentes não dão certo, como um revés na C do B e eliminação na Sula, é fim de ano antecipado.

De qualquer forma, com ou sem titulares, é ridículo perder ponto em casa pra Avaí, em qualquer tempo. É o que posso dizer sobre sábado.

Flamengo (7º) 1X1 Avaí (14º), Brasileirão 2017, Rodada 25.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 230: Atrasado

Com relação ao jogo de quarta, dia 20/9, nada muito a dizer além do que já foi dito ultimamente. Com respeito à simpática Chapecoense, muito ruim mesmo. Mas a vontade Flamenga superou a ruindade catarina. Bom ver o time jogando sério, indo pra cima, sem dar muita chance ao adversário.

Juan monstro, de novo. Jogou de terno e não perdeu uma. Diegão tá demorando demais a render como antes. Guerrero? Joga muito! Arão? Nunca critiquei, ahah.

Flamengo 4X0 Chapecoense, Copa Sulamericana 2017, Oitavas-de-final – volta.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 229: Sem palavras

speechlessVi o jogo de ontem pelo celular, o que não me credenciar a falar da partida em sim. Portanto, me abstenho. No entanto, se alguém me dissesse que o Flamengão doutrinador master do ludopécio brasileño jogou bem, iria duvidar. Não por falta de capacidade, mas porque não precisa contra contumases fregueses históricos, caso do genérico pernambucano ladrão de títulos alheios Sport Recife.

Bem, de resto, mais importante que os 3 pontos é a contusão do nosso reserva/titular Thiago. Vamos de Muralha contra o Cruzeiro na final da C do B e só quero e espero uma coisa: redenção!

Flamengo (4º) 2X0 Sport Recife (5º), Brasileirão 2017, Rodada 24.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 228: Osso

depositphotos_9793810-stock-photo-outlined-dog-boneÓ, seguinte, tá osso! Estamos em setembro e, em que pese termos trocado de treinador há algumas semanas, é ridículo um elenco como o do Flamengo, talvez o melhor do país, não ter um time e um esquema. Sinto mesmo em dizer que o profe Rueda, por enquanto, está mandando mal, e muito. Tudo bem, 8, 10 jogos só, sei lá. Mas o time do ZR era mais legal de se ver jogar, apesar dos pesares.

Pontualmente, vamos ao que interessa! Juan é monstro, com já foi dito e repetido aqui. Tivesse 10 anos a menos, e meu Deus! Mas vamos aproveitar o que o cara ainda pode dar. Pena é vê-lo ter que dividir espaço com um time xoxo, mongo, sem pegada. Sei não… É muito bicho mais ou menos, como o engraçado Rodinei, o esforçado Pará, o rápido Berrío. Esse, então, meu pai! Dá pra ver nas primeiras jogadas se vale ou não mantê-lo em campo. Eu de técnico o tiraria com 6 minutos. Mas ficou quase o jogo todo em campo. Menino Paquetá fez muito mais que ele nos 20 minutos que jogou. Outra: que merda é essa de trocentos cruzamentos na área adversária de novo? Pra isso, prefiro o Zé Ricardo, mais uma vez. Sem falar desse negócio de lançamentos de 40 metros o tempo todo… Tão pensando que têm Gerson, Zico em campo? Ah, faz favor.

Diegão fodão homão da porra toda parece ter desaprendido. Sei não, mas segura demais a bola, tem resolvido pouco, parece que está em campo forçado, por obrigação. E, se perder bola no meio dando contra-ataques em todo jogo, não passamos da Chapecoense nessa fase. Daí, o bicho é substituído pelo Everton Ribeiro aos 40 minutos do segundo tempo, tipo de substituição que só serve pra irritar tanto quem entra, quanto quem sai. Se liga, mister! Falando em Chapecoense, com todo o respeito à comoção acerca do acontecido no ano passado, mas que time horroroso. Ruim com muito gosto de gás. Ruim mesmo! É porque tem o São Paulo, que está doido pra cair no Br. Senão, candidatíssimo à Segundona. Mas os caras têm uma coisa que a mulambada não tem tido: vontade. Isso iguala tudo.

Pra fechar, vamos ter que ficar nessa de ver o time ser engolido no segundo tempo por Deus e o mundo? Ah, vá! Das duas uma: ou não tem preparo físico ou o técnico não consegue mudar o time. De qualquer forma, ambas as opções são horrorosas. Espero que seja só impressão minha.

Ah, já ia esquecendo: que esquizofrenia é essa agora de que 1 a 1 em casa contra o Cruzeiro e 0 a 0 fora contra a Chape são resultados bons pro adversário? Eu, hein, prefiro a época em que empate fora de casa era bom resultado…

Chapecoense 0X0 Flamengo, Copa Sulamericana 2017, Oitavas-de-final – ida.

Flamengo até morrer!