cornetada vitoriana 262: Pensamos que fosse o…

Doc2Pela camisa horrorosa que tem a simpática Ponte Preta, pensei que o adversário fosse mais fácil. Ah, tudo bem que as semelhanças são grandes – camisa feiona, passeios pela Segunda Divisão, tamanho médio – mas, por isso mesmo, achei que pudesse ser mais fácil. Mas fácil mesmo foi pro Cruzeiro, ahahahahahah!

Bem, não jogamos tanto quanto domingo, mas fizemos o que tinha que fazer pra não perder. E ganhamos. Bom pra gente. Um jogo normal semana que vem e é classificação na Copa do Brasil. Coisa que tem muito time aí que nem conseguiu.

É classificação encaminhada na C do B e na Liberta, liderança no Brasileiro, invicto em TODOS os campeonatos que disputa. Deve ser ruim…

Ah, vá, vou dormir.

Ponte Preta 0X1 Flamengo, Copa do Brasil 2018, Oitava de Final – Ida.

Flamengo até morrer!

Anúncios

cornetada vitoriana 261: Temos um time

20180429174140910_8

Coisa linda de meu Deus é a simbiose time/torcida

Falar do Flamengão na vitória é bem melhor que na derrota. Esta última situação não é o caso ultimamente, já que vão quase dois meses após a última. Mas é que é considerado derrota nas paragens gáveo-ninhísticas o feito de o time não jogar com aquilo que todo Flamengo historicamente tem de melhor – raça – e com o mínimo que todos os 40 milhões de torcedores felizes esperam – respeito a ela. E, ultimamente, esses dois features não vinham sendo observados nos jogos do Mais Querido.

Fato é que o Flamengo, na figura de seu quase professor, parece ter encontrado um time, uma forma de jogar e uma de mostrar que treina. Além de uma mudança de peça, com a saída do Arão para a entrada do Everton Ribeiro, o time já melhorou. O recuo do Paquetá, que, a propósito, destruiu hoje, e o avanço do Diego, que também jogou muito, foi a mudança definitiva para nosso sucesso. Mas o câmbio do ânimo, da vontade da mulambada em jogar futebol, e jogar com qualidade, foi preponderante para alcançarmos o êxito contra o Ceará. Vinícius Júnior ajudou demais e mandou bem também. Tá, não era o melhor adversário do mundo. Mas também deve haver apenas uns 5 ou 6 times nesse campeonato muuuuuito melhores que eles. Os demais são cearás com camisas mais tradicionais nacionalmente.

Vamos iniciar a campanha para a Copa do Brasil 2018 na quarta. É manter a pegada e o bom jogo que não enfrentaremos muita resistência para passar pela Ponte Preta, notória agremiação tão simpática quanto freguesa. Deve ser a camisa, ahah.

Ah, já ia esquecendo: é líder!

Ceará 0X3 Flamengo, Brasileirão 2018, Rodada 3.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 260: O pior jogo do Flamengo de todos os tempos da última semana…

E era pra termos vencido. Se valesse gol após o final do jogo. Final na cabeça do juiz, claro…

Bom, fato é que um Flamengo como o de hoje não merece ganhar nada. Nunca (e olha que já vi jogo ruim do meu time!) vi jogo tão ruim como este. Não é que sejamos fracos. Não somos. Fraco é o I. Santa Fé da Colômbia. Mas fomos piores que eles e só não perdemos pela desgraça que é o adversário.

Gosto muito de treinadores novatos, inovadores e imprevisíveis. O nosso atual, menino Barbieri, é só o primeiro dos 3 adjetivos, por enquanto. Quero estar errado, mas acho que não dá pra ele. O time é muito, mas muito ruim. E pior do que já foi. É pena…

Olha, não rola V. Jr. entrando de titular. É muito, mas muito melhor mudando o jogo no segundo tempo. Outra coisa: Geovânio. Arrumem um lugar pro bicho enquanto tem idade. Porque o Flamengo está longe de ser pra ele.

Bem, estamos chegando, mas a classificação, apesar de encaminhada, não está na mão ainda. Precisamos de resultados normais: 2 vitórias do River contra os outros dois adversários mais fracos que a gente e uma nossa, em casa, contra o pior dos times do grupo. Mas é Flamengo e Libertadores, são coisas meio incompatíveis.

Deixei dois jogos pra trás. Mas estão aí embaixo.

Independiente Santa Fé 0X0 Flamengo, Copa Libertadores 2018, Fase 1, Rodada 4.

Flamengo 2X0 América/MG, Brasileirão 2018, Rodada 2.

Flamengo 1X1 Independiente Santa Fé, Copa Libertadores 2018, Fase 1, Rodada 3.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 259: De novo!

30713230_2262191743798189_6390109642147495936_o

Mão, clara. Pênalti bem marcado. Créditos: CR do Flamengo

Então, estreia com empate em jogo que os 3 pontos eram mais que bem-vindos: eram obrigação. Não dá pra empatar com um genérico candidatíssimo à liderança da seletiva da Série B 2019. O Vitória é péssimo. É razão para geral pensar porque 20 clubes na Primeirona é muita coisa, se há ao menos uns 6 times ruins e pequenos nesse nível. Mas ok, não foi na bola que descolaram esse empatinho com sabor de empatão. Apito cantou, e foi mega.

Pra não romper com o assunto, teve erro contra o Fla no jogo do Emelec e o papelão master no do River. Tá difícil…

Gostamos do que vimos, no entanto, se é que dá pra ver coisa boa tendo um jogador expulso aos 10 minutos num pênalti ridiculamente mal marcado. Mas, repito, não dá pra ver coisa muita boa em jogo contra o Vitória. Não foi teste. No entanto, saímos bem escalados, o que já pode ser uma grande coisa.

Vamos pra Liberta na quarta. Vamos, Flamengo!

Vitória 2X2 Flamengo, Brasileirão 2018, Rodada 1.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 258: Mas hein?!

CoalhadaTem dia que, de noite, é assim. De tanto citar esse mantra aqui, acho que estou começando a sentir um pouco o que é torcer pra um dos 3 patetas. Sim, porque o Flamengo está me lembrando muito Vasquinha, Flor e Chorafogo, com todo o respeito pelos apelidos carinhosos e pertinentes. Mais uma vez, e como quase sempre, um time fraco elimina um outro, também fraco, mas favorito. Era o caso ontem. Paciência.

Brincadeiras à parte, foi à final o time mais consciente de sua capacidade e, por isso mesmo talvez, mais aplicado, forte mentalmente, bem taticamente, organizado, racional. Parabéns, Botafogo!

Sem mimimi, o Flamengo não pode mais ficar nessa de time creme de avelã, sem alma, sem personalidade. É preciso uma chacoalhada nos bastidores. Tem mais estrela que também pode passar pelo banco. Pensemos nisso, Diretoria galáctica.

No mais, uma vez Flamengo, sempre Flamengo!

Flamengo 0X1 Botafogo, Campeonato Carioca 2018, Semifinal.

Flamengo até morrer!

 

cornetada vitoriana 257: Obrigação

É obrigação passar o rodo geral no Carioca, mesmo com o time meia boca que temos. Fizemos à perfeição domingo, não fizemos na quinta, apesar de os adversários serem de nível semelhante. Também não é pro mundo cair, mas que é desagradável, é. Bom, semana inteira pra treinar, que é o que parece estar faltando. Vamos!

Flamengo 4X0 Portuguesa, Taça Rio, Campeonato Carioca 2018, Rodada 6.

Fluminense 1X1 Flamengo, Taça Rio, Campeonato Carioca 2018, Semifinal.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 256: Negueba Jr.

Pois é, quem diria? Dois golaços em 8 minutos do menino bom de bola, virada incrível e imponência flamenga no hemisfério norte. O time está reagindo da falta de vontade de viver, o que é uma boa notícia. Jogamos mais, jogamos melhor e merecemos a vitória. Agora, é torcer para que o modo meia boca seja definitivamente deixado para trás. Tá passando da hora de termos um Flamengo confiável. Vamos!

São três jogos nessa Cornetada, por pura preguiça. Desnecessário dizer que não vai rolar comentário sobre os outros dois jogos.

Boavista 0X3 Flamengo, Taça Rio, Campeonato Carioca 2018, Rodada 4.

Macaé 1X0 Flamengo, Taça Rio, Campeonato Carioca 2018, Rodada 5.

Emelec 1X2 Flamengo, Copa Libertadores 2018, Fase 1, Rodada 2.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 255: E tome chororô

18151824881404Passamos o rodo no Botafogo, mais uma vez, sem dó nem piedade. Protocolar, comum, esperado, fácil. Sobre o jogo, nada a dizer. Sobre o Flamengo, olha… Ser melhor que a molambada de Cabo Severiano nem é a coisa mais difícil do mundo. Duro é ter que entrar em campo pra provar alguma coisa. Isso ainda temos que fazer, infelizmente, já após 45 dias de temporada. E não conseguimos hoje, mais uma vez. Tínhamos que ser melhores. Não que o cliente de Estafeta Severiano, mas que nós mesmos.

Temo dizer, de tão cedo que é: esse Dourado… Ok, são 3 gols em 5 jogos, salvo engano. Mas o bicho é fraco para esse Flamengo, apanha da bola e, sofrivelmente, dos próprios pés. Diegão tá vacilando há algum tempo. Esse negócio de carimbar toda bola, de não dar ritmo, de travar o ataque tá atrapalhando. Hoje, por duas, três vezes, fosse o adversário um cadiquinho melhor e teríamos tomado uns golzinhos na conta  dele. Tem que se ligar. O tal do Renê, pelamordeDeus! Que tristeza! O brucutu Jonas até que fez bom jogo, não fosse o cartão amarelo que, de tão certo, deve constar em seu contrato, e as faltas cretinas que nem os quase 40 anos de carreira e experiência o impedem de tomar. Caraca, até o câncer evolui, meu chapa! Por fim, Everton Ribeiro: acho que já deu mostras de que o do Cruzeiro não existe mais. Ao menos não cedeu lugar pro tosco, fraco, ruim e sem sal Geovânio. Menos mal. Os demais foram cumpridores, o que, pra enfrentar o pessoal de Recruta Severiano, tá de bom tamanho.

Há alguns assuntos nos quais nos vemos obrigados a tocar sempre, o que é tão irritante quanto chato. Tivemos hoje, contra o freguesaço botafoguense de Soldado Severiano um gol anotado, é bem verdade, no qual nosso vice-xerife Rhodolfo estava realmente, mas não claramente, impedido. Tanto que se viu isso somente no replay da TV, e umas 3 passadas depois. Mas o bom jogo que proporcionamos, sobretudo no primeiro tempo, é só um detalhe. Evoluir precisa, e não é pouco. A melhor estrutura, o maior investimento, a maior grandeza indiscutíveis são outros nada dignos de nota. Fato é que queria saber o que ganhamos com esse chororô da rafameia mal vestida que entende, e acredita mesmo, que o Flamengão só ganha com a ajuda de juiz. Queria, mesmo, saber o que temos ganhado. Ok…

Mas sobre a expulsão do Vinícius Júnior por um escorregão ninguém fala. Deve ser compensação, claro.

Flamengo 1X0 Botafogo, Taça Rio, Campeonato Carioca 2018, Rodada 3.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 254: Incompatibilidade

Quarta passada o Flamengo começou sua árdua tarefa em busca de um 2018 mais gratificante que o, a meu ver, razoável 2017. Nada, nada, foram duas finais importantes. Mas, claro, minimizadas pela rafameia mal vestida e pela imprensa especializada golpista. Não importa. Voltando à vaca fria, foi o primeiro jogo da Copa Libertadores de América pra gente. Afirmam populares que o Mengão Doutrinador Pica das Galáxias não tem lá muita afinidade, compatibilidade com a supervalorizada competição terceiro-mundista. Mas é o que temos pra disputar e, dada sua natureza predadora multicampeã, o Mengão Pegador Geral tem a obrigação de, ao menos, entrar pra disputar.

Essa teoria, baideuêi, é tão imbecil quanto clubística e incoerente. Como pode uma instituição ser assim ou assada? Oras, as demais agremiações não são necessariamente especialistas em êxitos da Libertadores, exceção feita a dois ou três esporadicamente. Ou a sucessos pretéritos e longínquos. O resto é tão ou mais normal que o Mengão Catequético. Ah, mas o Grêmio… Esporádico. Ah, mas o São Paulo… Longínquo… Ah, mas o Santos… Pretérito e esporádico. Então, essa conversinha mole de que o Mengão Fodástico Trucidador não é compatível com Libertadores por conta de 2 ou 3 fracassos (fracassos mesmo, retumbantes!) não cola. O resto foi resultado normal, como, de regra, são as eliminações dos demais arcoíris. O contrário disso não é ganhar todas. Se fosse, não teríamos nenhum time nesse patamar.

Sim, grupos complicados, como o desse ano, do ano passado e de 2014, ou times muito ruins, como 2010 e 2012, ou ambos, devem ser considerados. Outro dado notável: os times desses anos só têm o Manto em comum, mais nada. Portanto, esse papinho bravo de que falta espírito é uma balela de marca maior. Sem muito a falar, portanto. Mas, claro, quando se trata do Mengão Dominador da Porra Toda, a responsabilidade é toda dele, mesmo quando não deveria.

Falando especificamente do Flamengo X River Plate de quarta, sem maiores pretensões explicativas, diria que o planejamento foi falho e a comissão técnica levou a campo um time sem preparo, sem entrosamento e sem graça. Dois ou três jogos com aquela base não nos credenciaram a entrar em capo naquele dia. Sou de opinião que jogador tem que jogar, e que esse negócio de poupar atleta é um conversa pra boi dormir sem tamanho.

Ali, sim, concordo que faltou mais espírito competitivo também. Além, claro, de torcida. O Mengão Queridão sem a Magnética é Paul sem John, Tom sem Vinícius, queijo sem goiabada. Uns gritos de “queremos raça” faltaram pra colocar um pouco de brio na cara da molambada. Mas, apropriadamente, o local escolhido para jogar sem torcida tinha que ser o Vazião. E nem podemos lamentar quanto a isso, já que a punição pela atuação de meia dúzia de bandidos na final da Sula ano passado foi até pequena.

Hoje tem Botafogo pelo campeonato rural do RJ. É o que há para o momento.

Flamengo 2X2 River Plate, Copa Libertadores 2018, Fase 1, Rodada 1.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 253: Placa do caminhão

Flu CaminhaoAlguém anotou a placa do caminhão grená (ahahahahah!) e verde que atropelou o terceiro time do Flamengão Queridão Defenestrador na superfaturada Arena Pantanal hoje? Putz, complicado até começar a relatar a lama na qual o Flamengo se enfiou, mas já dá pra começar com uma corneta sobre a escalação do professor Carpegianni. Era o Flu, mas não precisava desrespeitar, né? Rômulo, torcida amiga, não dá. Nunca! E tenho minhas dúvidas sobre times alternativos, quanto mais em clássico quando nada impede que o que se tem de melhor seja escalado. O resto foi o resto.

Claro que ninguém gosta de derrota, ainda mais pra semirrival, e de goleada. Não me sinto exatamente chateado, apesar de ser humilhante perder pra qualquer time do estado da Guanabara. O que me impede de me sentir espezinhado é que falamos do time de Laranjópolis. Trata-se de uma agremiação esquisitona, meio desesperada, em processo de botafoguização, ou americanização, ou ambos. E os caras tinham obrigação de ganhar o jogo. Mas não precisavam fazer isso com o Rômulo (ele, de novo!). Coitado, devem ter diminuído sobremaneira as chances de nova escalação do pereba em jogos do Mengão ou de um possível contrato com um time de Sergipe ou das Alagoas. É chato ser responsável por impedir que um trabalhador exerça sua profissão. Tudo bem, o cara não é muito bom, resultado de anos e anos desaprendendo futebol em São Januário, mas a lei não fala em competência. Espero, em Deus, que algum olheiro do punjante futebol matogrossense tenha visto o jogo e o indique para alguma equipe local. Juro!

A invencibilidade caiu, o que é lamentável. Não que fosse inesperado o fato, já que clássico é clássico e vice-versa. Ainda mais jogando com o time C. Mas de C o FluminenC entende. E de cair de 4 também, ahah… Mas poderíamos ter um pouco mais de organização, de vergonha, de respeito ao adversário, de vontade de mostrar um futebol melhorzinho, até pra agradecer à massa flamenga de Cuiabá, mesmo tendo entrado em campo com o que temos de pior. Mas ok, não morreremos por isso. E mérito para o Abelão, sujeito competente e gente boa. Não merece o time fraco que treina.

Fluminense 4X0 Flamengo, Taça Rio, Campeonato Carioca 2018, Rodada 2.

Flamengo até morrer!