Tag Archives: Adriano

Cornetada Vitoriana nº 180: Mais uma surra corretiva na baranga de fé

Império do Amor, round 2!

Ganhar do Vasdagama é bom em qualquer situação. Quando estamos bem, é a confirmação da superioridade flamenga de sempre. Quando não, é a senha pra sairmos do lodaçal da desgracensa e tentarmos voos mais altos. Não sei bem se é o caso ainda, já que esse time insiste em continuar na luta cretina pela manutenção na meiuca da tabela. No entanto, dos nove próximos pontos, esses, em tese, seriam os mais difíceis de serem conquistados, o que nos abre uma perspectiva de céu claro, sem trovoadas pela frente. Sou mais o Flamengo contra os coitados Botafogo e Sport, como fui contra a bigoduda portuguesa. Aliás, baranga pra gente dar na fuça não falta nessas próximas rodadas.

Rolou um Flamengo X Palmeiras na quarta passada, né? Bom, nada a falar, já que o jogo não foi justo, uma vez que os homens de preto estavam de verde. Aliás, tem uma coisa, sim: Ibson, seu mané! Não achei que merecia a expulsão, mas carrinho não se dá quando já se tem um cartão amarelo.

Pra semana, há a possibilidade de assinatura de contrato do Adriano Impera Matador Geral. Se tem um time no qual ele pode funcionar, esse é o Flamengo. O cara gosta de time grande, de calor humano, de torcida. É o único do Brasil que pode oferecer isso. Honestamente, eu gosto da ideia, acho que pode render, não tanto quanto em 2009, mas, se rolar metade, já tá valendo.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 167: Mais do mesmo

Entrosamento garantido

Geral tá preocupada com essa história de contratação do Imperador. A maioria quer, os mais racionais não. Essa é uma das poucas situações que envolvem o Flamengo que não tenho opinião a respeito, além da básica. Se for o Adriano de 2009 e blablablá… Agora, se for o do Corinthians… Bem, o cara escolheu Búzios para se refugiar e continuar o tratamento. E foi visto num show do Belo, junto com o Ronaldinho Gaúcho. Algumas supostas inferências sobre isso: péssimo gosto musical, más companhias, é o mesmo Adriano do Corinthians.

Falando no Gaúcho, afirmam populares que ele faltou a metade dos treinos convocados pelo Joel. A coisa vai bem desse jeito. Já não joga nada treinando, daqui a pouco vai deixar de jogar por falta de preparo. Apesar do bom jogo na quinta pela Liberta, não vai ser sempre assim e a gente sabe o porquê.

Na protocolar e sofrida vitória sobre o Friburguense pelo carioqueta, nada muito a dizer. A não ser o segundo bom jogo seguido do Luiz Antônio e a ressurreição do Penta filho de Kleber.

Bom, o Lanús ganhou a segunda seguida, ambas sobre o Emelec, que parece ser a carne assada do grupo, e nos obriga a aplicar uma traulitada no Olímpia pela Liberta, lá no chiqueiro deles. Se no jogo daqui já apanhamos feito mala velha e entregamos a rapadura daquele jeito, imagina em Assunção…

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 159: O ano só começa quando o Flamengo entra em campo

Abrem-se as cortinas, começa o espetáculo

Depois de uma ausência temporária motivada a preguiça, a falta de paciência e, principalmente, a absoluta falta de assunto, eis que ressurge, gloriosa, mais uma Cornetada Vitoriana simpática, modesta e informativa. Ora veja, em tempos de Fla X Flu por TN7 (aliás, só assim pra esses buchas ganharem algo da gente), de busca insistente por Vagner Love e de milhões e milhões de especuletas que não servem nem mesmo para vender jornal, não vamos perder nosso precioso tempo, né? Isso sem falar que escrever é um saco, mas é legal.

Já que também não estou a fim de concatenar idéias, o que também é tarefa super duper chata, vamos escrevendo ao deus dará, numa espécie de caos, muito apropriado ao atual momento vivido nas internas pelo nosso Mais Querido. Viram como funciona essa técnica? Já temos um assunto. O Flamengo é assim, mal dirigido, mal gerenciado, uma bagunça só. Mas é incrível a capacidade que esses dirigentes têm de complicar coisas protozoariamente simples. Pô, seilaquemzinho tá dando trabalho? Cobra em campo. Não tá rendendo? Saca do time. Falou demais? Dá uma tunda, multa, sei lá. Representante de jogador está insatisfeitinho da vida? Dá corda, põe pra correr, oras. Treina esses caras sobre o que falar. Conscientiza essas malas de que não adianta trazer a público problemas internos. Ah, fala sério, até os Sem Terra são mais organizados que o board do Flamengo. Tenha paciência.

Vamos deixar de lado esse assunto chato e falar sobre os 100% de aproveitamento da molecada. 4 a 0 fácil, sobre o Bonsuça, mais de 90 derrotas pra gente na história. Tem tempo que não tem tanta cria boa e junta na Gávea como no nosso time C. Esses meninos, com vontade, e alguma técnica, são nosso futuro. Seria ótimo não termos que depender de Thiagos Neves, Ronaldinhos, Adrianos, Luxemburgos da vida.

Falando nisso, que mala o nosso melhor jogador de 2011, hein? Quero dizer, pra mim, ele é bom jogador, mas pô, toda vez a mesma coisa. Mas já esperava por isso, não tenho do que reclamar. Gostaria que ele ficasse, mas o mundo não cai sem ele, e nem o Flamengo fica mais fraco. Não curto muito falar sobre a rafameia má vestida, mas coitado do tricolor quando perder o patrocinador.

Amanhã tem o Real Potosí, lá em cima do morro, valendo 25 entradas para a Libertadores. Dizem que é o jogo mais importante do ano pro Flamengo. E é. Mas temo que a bagunça reinante influencie no comportamento de alguns dos malas em campo. São só 2 jogos, erros e corpo mole podem custar muito caro.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 102: Ah!

Contra o ex-Barueri, o osso foi duro de roer. Não deu muito pra entender o que se passou naquele jogo, uma vez que o perrengue foi grande e 3 a 1 é meio enganoso. Jogamos melhor que o adversário, mas não tão bem a ponto de sentir orgulho do time. Se bem que esse Presidente tem um time muito, muito fraco. Pros que dizem que o futebol paulista é tão superior ao carioca, basta lembrar que este foi até as semifinais do Paulistão 2010… E não há mais a se falar sobre esse jogo.

Legal mesmo foi a avant-premiere do Diego Maurício. O cara deixou Rubro-Negros e arco-íris emocionado com a estreia, a vontade e a esperança depositada no garoto pela família. Isso sem falar na festa que fizeram no Maraca. Bonito de se ver.

Impera fora. Bom e ruim. Não vou falar nada. Só não entendo por que ficar de fora dos dois últimos compromissos antes do fim do contrato.

Flor vem aí na quarta e o bicho vai pegar.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 101: Não deu

Mas também o mundo não vai acabar. Caímos em pé, lutamos até o fim, nadamos e morremos na praia. Toda sorte de eufemismos e lugares comuns do mundo não vai explicar a eliminação e nem consolar a Magnética. Mas dá a entender o que foi nossa participação na Libertadores 2010. O Flamengo foi Flamengo e saiu antes do que impõe sua tradição da competição continental. Foi Flamengo no semi-maracanaço da semana passada, ocasião na qual só entrou em campo depois de 25 minutos de jogo corrido. E foi Flamengo anteontem, no jogo em Santiago, quando arrebentamos e deixamos o campo com a sensação de que a vaga nas semi contra o time com nome de whisky da terra tequila era muito possível. Calamos a boca dos babacas da imprensa chilena e do fanfarrão do técnico do bom Universidad ao mostrar que o verdadeiro Império é aquele que jogou quinta-feira. Mas demos adeus à Liberta mais fácil de todos os tempos.

O tal do Montillo, o meia que fez o golaço que nos eliminou, foi oferecido ao Flamengo. Eu já sabia.

O departamento de futebol do Fla será definido esta semana. Os nomes, segundo a imprensa, parecem ser os mesmos de sempre. O resto do ano parece ser duro pra gente…

Sheik pode voltar. O Império do Amor parece estar-se desfazendo. Washington, do SP, aparece como plano B. Enquanto isso, seguimos sem um meia decente que jogue o jogo todo, e com a zaga manca. Flamengo, Flamengo…

Hoje começam as finais do NBB, com o Mengão por alí pelo 3º ano seguido. Desta vez, acho, não somos favoritos. E basquete não é futebol.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 99: Curtinhas

Com um tempo inteiro com um jogador a mais, como se diz nas transmissões óbvias de TV, não conseguimos transformar em gols a superioridade numérica.

O time continua sem jogada e o esquema tático, além de ter sido mantido, é muito previsível, até por times gringos como o de ontem.

Não que haja um culpado para o que houve ontem, mas o David tem que se criar. To quase usando a frase “David não dá mais”.

O mesmo pode ser dito sobre a presidente.

Depois da entrada do Denis Marques a lua de mel de 3 jogos com o Rogério acabou. Eu nunca vi a torcida do Flamengo gritar contra um jogador que nem havia entrado ainda.

O negócio tava tão samba do crioulo doido que o Léo Moura abdicou da lateral direita e virou meia.

A mística da raça Rubro-Negra deveria entrar em campo na defesa como entra no ataque.

Apesar de toda a vontade demonstrada ontem, o Adriano confirmou àqueles que ainda reclamam de sua não convocação porque ele não foi convocado.

O Juan Marrentinho jogou muito bem ontem e foi premiado com o gol da classificação.

Lembrem-se que 2 a 0 pro Corinthians, no primeiro tempo do jogo de volta das oitavas, classificava o Corinthians.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 98: E começa o show…

Sem muito show, é verdade. Ver o Mengão no Brasileirão, defendendo o título irrefutável do ano anterior, não ocorre há 17 anos. Legal demais! Mas o jogo poderia ser melhor, mesmo levando em alta conta o fato de ambos os times terem entrado com expressinhos. O empate não mostra que temos um elenco superior. Poderíamos ter ganho os 3 pontos ontem, mas não foi possível. Por alguns motivos: o ex-Rogério Ceni só se mostra um pouco do que já foi contra a gente, o time tava desentrosado e sem ritmo, a pontaria do Klebs se assemelha à de um tatu cego com uma escopeta, o Denis Marques precisa pegar intimidade com a bola, a despeito do belo gol depois do belo lançamento matador do Michael. Já temos mais pontos perdidos do que ganhos. Isso não combina com o Flamengo.

Amanhã tem convocação da selecinha pra Copa. Adriano, Kleberson, Maldonado e Fierro devem representar a Nação na África. Se bem que, depois da não participação do Impera no jogo de ontem, acho que ele já tá sabendo que vacilou e não vai mais ao Mundial. Azar dele, chances, e muitas, o Mengão deu.

As piadinhas sobre a eliminação do Coringuinha na Liberta são demais. E ainda demos motivo pra criação de mais um time pra Liga do Chororô… Segura aí mais uma e mais outra.

O Manto 3 estreia neste fim de semana, em Salvador. Deve estrear mal, já que o Vitória é forte em terras baianas. Vamo com fé!

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 90: O Fla só perde pra time pequeno

Nem o Mengão Doutrinador, time que perdeu 3 jogos nos últimos seis meses, descontando as férias, poderia ser capaz de sobreviver a jogos sem apelo como esse de ontem, contra o fraco La U. Não é desculpa para a derrota, mas temos jogado muito mal, ou melhor, temos jogado para o gasto os últimos jogos, mas temos ganhado nossos compromissos, que é o que importa. No entanto, era só uma questão de tempo jogar mal e perder. Não tínhamos saída de jogo, nosso ataque recuava demais e o Império, particularmente, jogou mal bagarai. Capítulo à parte para Bruno, The Wall. O muro ruiu ontem, meio que por excesso de segurança (?), meio que pelo oba-oba provocado pelos pênaltis do Dodôpado. Que frangaço horroroso! Mas o cara pega muito, ontem mesmo ele fechou o gol depois da falha bisonha. Continua sendo um dos melhores, senão o melhor em atividade no Brasil.

A classificação me parece muito bem encaminhada. Temos mais 3 jogos, sendo que o mais difícil é fora de casa, contra um time fácil. Ou seja, temos tudo para fazer os 9 pontos restantes e sairmos em 1º do grupo.

Domingo tem Foguinho. Se cuida, cachorrada.

Não vou falar sobre as confusões sociais do Love e do Impera. Isso é assunto pra coluna de fofoca, e não pra site dedicado ao Flamengo.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 89: Escola flamenga de bater e pegar pênalti

O Vasco, ciumento e vingativo, parece estar querendo reassumir o posto de time-piada-pronta, ocupado gloriosa e momentaneamente pelo pobre coitado Botachoro. Foi lindo ver o Bruno The Wall parar os chutinhos dos atacantes vasdagamenses, principalmente os pênaltis do Dodô. Ganhar do Vasquinho, vice de sempre, é sempre muito bom. Jogando menos e com pênalti Mandrake, então, para esses caras que estão tão acostumados a serem os beneficiados por este tipo de lance, é sensacional. O jogo de domingo mostrou, mais uma vez, para os quatro cantos do mundo, que não temos adversário no Estado da Guanabara.

Errei na previsão de que o Impera ia imperar contra os oriundi di divisioni secundari. Mandou mal, mas fez o dele. É o que importa.

São 11 vitórias no ano, em 13 jogos. Será que tem time brasileiro com handicap tão bom?

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 88: Na raça e na… Catimba!

Mais uma vez, na base da raça e, agora, da malandragem, ganhamos um jogo que parecia ainda mais difícil. É bem verdade que os caraquenses não são lá essas coisas, não entendem muito bem do ludopécio. Mas o jogo ganhou ares de infelicidade rubro-negra com a expulsão do bocó Toró. De novo. Mas vamos ao jogo. Vagner Love rules!

No segundo tempo, eu mesmo marquei o tempo perdido com os dois atendimentos ao Bruno The Wall. Foram mais de 4, só com isso. Mais 2 com o bandeirinha e as pedradas que a arquibancada caraquina jogava no pobre. Isso sem contar as bolas paradas normais, substituições, etc. E o juiz só deu 3 minutos de acréscimo. Ficamos malandros com a competição ameriquense. Pena que foi tão pouco o acréscimo. Com mais tempo, golearíamos.

Cadê a chamada Crrrriiiiiiiseeee na Gávea?

Coitado do Vasdagama no domingo. O Impera vai pro jogo cheio de raiva, louco pra calar a boca de meio mundo.

Flamengo até morrer!