Arquivos de tags: Audax

Cornetada Vitoriana nº 198: Só os grandes ganharam no Carioqueta

Welinton é o artilheiro do ano no Flamengo.

Welinton é o artilheiro do ano no Flamengo.

Bem, vamos começar essa parada aqui falando do óbvio: só time grande tem vez. O imbróglio envolvendo a Bigoduda é prova disso. Não que o maior beneficiário com essa palhaçada seja muito maior. Mas… Ah, deixa pra lá. Literalmente!

Ontem, com o time reserva do time reserva, metemos mais um clássico 1 a 0. Dessa vez no Audax Rio, time fraco e de camisa feiona, como de resto os demais times pequenos do estado da Guanabara. Mas olha, foi mais difícil ganhar dos caras ontem do que bater Vice e Flor juntos no ano passado pelo Brasileirão 2013 sem fim. Provavelmente um reflexo do Negueba e do Matheus em campo. Esse último é tão duvidoso na prática do esporte bretão que arrancou aplausos e fez o nome do Carlos Eduardo ser gritado pela Magnética ensandecida. Coisas de Flamengo…

Dei uma pincelada rápida no assunto, mas queria retornar um pouco nele. Estamos falando do mega-rebaixado FlorminenC, agremiação useira e vezeira em nos matar de tanto rir de sua mediocridade. Nunca, claro, tão rápido, antes mesmo de a temporada começar. Além de ser portadora de uma das camisas mais feias do figurino universal, o que é uma desonra pra quem ostenta a mesma logo de empresa de material esportivo no peito, sua torcida anda rasgando pregas mais que o normal. Os caras acham mesmo que são vítimas no rabaixamento do ano passado! Entendem que o resultado em campo não tem a menor importância perante o dos tribunais. Haja tapete pra essa raça!

Como a CV 197 foi feita há 5 meses, quando do fuderosão passeio sobre o Cruzeiro pelas oitavas da C do B no Maracanã, a apoteose do Seu Elias, muito assunto de lá pra cá deixou simplesmente de ser tocado. E vai continuar assim. Melhor nos atentarmos pra coisas mais atuais, certo?

Falando nisso, nossas contratações para 2014 merecem alguma nota. Não que nos dêem tanta esperança, mas os mulambos contratados ano passado, por muito menos, provocaram calafrios. É certo que alguns continuam nessa toada, mas outros, como Hernane, Paulinho e Elias nos matam de orgulho pelo que jogaram e vergonha pelo que falamos deles à época. As dispensas foram mais que óbvias, principalmente a do tal Marcelo Moreno, que ainda se deu bem indo limpar com a bunda o banco do melhor time do Brasil. Bom empresário o dele. Mas, voltando à vaca fria das contratações, creio que a política pé no chão da diretoria galáctica se manteve. Nada de arroubos com craques em falta no mercado. Os caras, como o Feijão, o Éverton e o Elano, vieram pra somar, em posições pontuais. Ótimo. Os demais, como os estrangeiros, são uma incógnita. E ponto.

Bem, nosso ano não poderia começar melhor: 100% de aproveitamento, melhor defesa e invencibilidade de 2 meses. É só manter o scout.

De minha parte, prometo usar mais esse espaço com minhas opiniões imparciais e altamente embasadas, já que há louco pra tudo. Inclusive pra ler e curtir essa insólita letra.

Flamengo até morrer!

Anúncios

Scout 2014: jogo 1

Flamengo 1X0 Audax Rio
Rio de Janeiro, 19/1/14
Cariocão 2014 – Taça Guanabara – 1ª rodada
Gol: Welinton, 5′, 1T.
No ano: 1V, 0E, 0D; 3 pontos; 100%; 1 gol pró, 0 gol contra
Welinton – 1

Cariocão 2014: Flamengo X Audax Rio – 19/1/14

Fla X AudaxVamos, Flamengo! Primeiro do ano, com time B, pra mostrar quem manda, contra o Audax, que me parece ser melhor que o Fluminense. 2 a 1.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 189: Salve Jorginho!

Nosso professor tá mostrando o tamanho do futebol do Flamengo ou da paciência da torcida?

Nosso professor tá mostrando o tamanho do futebol do Flamengo ou da paciência da torcida?

Olha, se tem uma coisa que não para de me impressionar nessa vida é o fascínio que o Clube de Regatas do Flamengo exerce sobre a rafameia, tanto a bem quanto a mal vestida. Não sei se é o caso de meter a minha corneta nessa história toda, o fato é que o Mais Querido tá mal das pernas mesmo, na minha forma de ver, por conta do que pode ser o primeiro revés da nossa diretoria bem-intencionada e aparentemente bem competente. É bem verdade que ninguém que tenha tido a maior honraria do esporte mundial, que é envergar o Manto Sagrado Rubro-Negro, a camisa que joga sozinha (às vezes!), pode se colocar acima das nossas tradições e do nosso comando, nas raras vezes que ele existe. Portanto, modestamente, promover a troca do técnico no meio de seu trabalho e no começo do ano não me pareceu ser muito inteligente. Dei um voto de confiança e o benefício da dúvida na ocasião, mas acho que essa pode ter sido a causa da desgracença que estamos vivenciando hoje.

O que nos leva a uma breve letra sobre o inferno em que o próprio Flamengo se colocou. Realmente, o resultado que combina com o Mengão Fuderosão no nosso torneio estadual é, no mínimo, chegar às finais. A coisa tá caminhando, e a passos largos, pra que isso não ocorra esse ano. Teremos que ganhar as 3 partidas faltantes e torcer para o Flor perder duas, sendo uma delas pra gente. Ou seja, vai ser difícil, e é bom que não se conte com isso. Talvez esse seja o maior motivo de crítica de todos, o que, com muita razão, configura em um dos maiores papelões e na maior vergonha do futebol nacional da atualidade. Tem time que está até pior, mas esses estão acostumados com essas situações vexatórias, é o que se espera da concorrência, o que passa longe das portas da Gávea mais linda do mundo. Mas não é o que tem acontecido.

Não estou certo de que o Jorginho já é técnico pra gente, e o nosso elenco carece de mulambos, e não são poucos. No entanto, cabe lembrar que esse mesmo time aí ficou mais de 4 meses invicto, perdeu somente 2 pontos e foi pra final da Taça Guanabara invicto e com a melhor campanha e era considerado, há apenas um mês atrás, o melhor time do Rio.

Na mesa redonda do ESPN Brasil de ontem, o Fernando Calazans, notório Rubro-Negro e um dos únicos jornalistas descentes nesse meio, beirou o absurdo ao dizer que o Flamengo não tem time, que o Hernane é a pior coisa do mundo e que tem gente alí que não merece vestir as hostes vermelhas e pretas em listras. Com exceção dessa última, com o que concordo, o que já falei desmente um pouco o resto. Ou então todo mundo melhorou e nós pioramos diametralmente. Tenho amigo que afirma que o Flamengo de Jorginho é o pior de todos os tempos. Pioramos, sim, mas repito: o elenco é o mesmo que fez 22 em 24 pontos na TG. E o Hernane, apesar de não ter marcado na Taça Rio e, ao que parece, não vai marcar mais no ano, é, ainda, o artilheiro do campeonato, com 10 golzinhos em 13 partidas, o que não é a pior coisa do mundo.

Bem, quarta começa a C do B pra nóis. Clube do Remo, que nunca foi nada na vida, mas que tem uma camisa até graciosa, é o nosso adversário, que pode nos afundar na lama de vez, pra confirmar a opinião dos que estão certos em exigir demais do Flamengo, ou nos mostrará a dimensão do que é o Mengão atual. Time (eu disse time, não clube!) médio, que precisa de treino, escalação decente e contratações pontuais, sobretudo pra ataque e meia. Se tirar o Alex Silva, pode ir até o fim do ano com a mulambada que tem lá na zaga.

Flamengo até morrer!

Scout 2013: jogo 13

Flamengo 1X2 Audax
31/3/13
Cariocão 2013 – Taça Rio, 4ª rodada
Gols: Gabriel, 8`, 2T.
No ano: 8V, 2E, 3D; 26 pontos; 66,6%; 21 gols pró, 11 gols contra
Hernane – 9
Cleber Santana – 2
Rafinha – 2
Renato Abreu – 2
Elias – 1
Ibson – 1
Gabriel – 1
João Paulo – 1
Nixon – 1
Rodolfo – 1

Cariocão 2013: Flamengo X Audax – 31/3/13

Fla X AudaxAudax. Ah, fala sério! Flamengo ganha, 3 a 1, jogando bem, pela primeira vez com o Jorginho.

Flamengo até morrer!