Arquivos de tags: Chapecoense

cornetada vitoriana 265: Não, não dá pra entender um time só de reservas…

Diz o mantra do Ministério da Propaganda nazista, sob a batuta de seu titular, o doutor em filosofia Joseph Goebbels, que uma mentira contada várias vezes se transforma em uma verdade. Concordo plenamente e lanço uma corruptela deste axioma: uma verdade contada várias vezes é uma verdade. Portanto, me arrisco, sem medo nenhum de estar errado, a dizer que escalar um time inteiro de reservas para poupar os titulares é ridículo. E é uma verdade incontestável. Hoje o goleiro, o goleiro!, foi poupado. Sim, porque deve ser cansativo não correr por 90 minutos 2 vezes na semana. Ridículo isso, e não pode ter apoio.

Este poderia ser um post feito só com o título. Mas me deu vontade de meter uns pitacos. Um deles é o do parágrafo supra. Outro: Trauco! Não dá sem cobertura. Até que rola no ataque, na defesa, necas! O que prova que o cara está na posição errada.

Flamengo que é Flamengo sabe que adoramos a ideia de revelar e ter jogadores formados na base no elenco. E o quanto temos orgulho de Juans e Rogérios e Aldairs e Mozers. E o quanto esperamos que o Léo Duarte fosse um deles. Mas hoje cheguei, consternado, triste, elegio, à conclusão de que não é. Chance, milhares já teve. Mas falhar em quase todos os lances de que participou hoje não rola. Não é pra por na conta dele, mas pode por na conta dele a derrota de hoje. Mandou mal!

Bom, é LÍDER que fala, né? Então, continuamos desfrutando desse status. E parece que seguiremos assim, o que deixa a rafameia arocoirense louca da cabeça. E nem vamos falar do Vuaden (se é que é assim que se escreve!) e de seus pênaltis insistentemente inventados contra o Flamengo.

Não, não dá pra considerar normal uma derrota nos acréscimos para uma carne assada como a Chapecoense.

Ah, lembro que é só a quarta derrota – terceira com reservas – do ano. Ok!

Chapecoense 3X2 Flamengo, Brasileirão 2018, Rodada 5.

Flamengo até morrer!

Anúncios

cornetada vitoriana 235: Não convenceu

Não é uma vitoriazinha mequetrefe contra um notório saco de pancadas que vai mudar a visão que tenho deste Flamengo claudicante de meu Deus. Continua sendo o mesmo time frio, xoxo, sem sal, previsível, meio besta. 3 pontos são legais, mas chuverinho contra Chapecoense não dá. Ao menos não tomamos gols, apesar de nossa média de marcados ter caído pela metade.

Everton Ribeiro, meu filho, não é assim que se bate pênalti. Rueda, meu professor, Gabriel, não!

Chapecoense (16º) 0X1 Flamengo (7º), Brasileirão 2017, Rodada 28.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 230: Atrasado

Com relação ao jogo de quarta, dia 20/9, nada muito a dizer além do que já foi dito ultimamente. Com respeito à simpática Chapecoense, muito ruim mesmo. Mas a vontade Flamenga superou a ruindade catarina. Bom ver o time jogando sério, indo pra cima, sem dar muita chance ao adversário.

Juan monstro, de novo. Jogou de terno e não perdeu uma. Diegão tá demorando demais a render como antes. Guerrero? Joga muito! Arão? Nunca critiquei, ahah.

Flamengo 4X0 Chapecoense, Copa Sulamericana 2017, Oitavas-de-final – volta.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 228: Osso

depositphotos_9793810-stock-photo-outlined-dog-boneÓ, seguinte, tá osso! Estamos em setembro e, em que pese termos trocado de treinador há algumas semanas, é ridículo um elenco como o do Flamengo, talvez o melhor do país, não ter um time e um esquema. Sinto mesmo em dizer que o profe Rueda, por enquanto, está mandando mal, e muito. Tudo bem, 8, 10 jogos só, sei lá. Mas o time do ZR era mais legal de se ver jogar, apesar dos pesares.

Pontualmente, vamos ao que interessa! Juan é monstro, com já foi dito e repetido aqui. Tivesse 10 anos a menos, e meu Deus! Mas vamos aproveitar o que o cara ainda pode dar. Pena é vê-lo ter que dividir espaço com um time xoxo, mongo, sem pegada. Sei não… É muito bicho mais ou menos, como o engraçado Rodinei, o esforçado Pará, o rápido Berrío. Esse, então, meu pai! Dá pra ver nas primeiras jogadas se vale ou não mantê-lo em campo. Eu de técnico o tiraria com 6 minutos. Mas ficou quase o jogo todo em campo. Menino Paquetá fez muito mais que ele nos 20 minutos que jogou. Outra: que merda é essa de trocentos cruzamentos na área adversária de novo? Pra isso, prefiro o Zé Ricardo, mais uma vez. Sem falar desse negócio de lançamentos de 40 metros o tempo todo… Tão pensando que têm Gerson, Zico em campo? Ah, faz favor.

Diegão fodão homão da porra toda parece ter desaprendido. Sei não, mas segura demais a bola, tem resolvido pouco, parece que está em campo forçado, por obrigação. E, se perder bola no meio dando contra-ataques em todo jogo, não passamos da Chapecoense nessa fase. Daí, o bicho é substituído pelo Everton Ribeiro aos 40 minutos do segundo tempo, tipo de substituição que só serve pra irritar tanto quem entra, quanto quem sai. Se liga, mister! Falando em Chapecoense, com todo o respeito à comoção acerca do acontecido no ano passado, mas que time horroroso. Ruim com muito gosto de gás. Ruim mesmo! É porque tem o São Paulo, que está doido pra cair no Br. Senão, candidatíssimo à Segundona. Mas os caras têm uma coisa que a mulambada não tem tido: vontade. Isso iguala tudo.

Pra fechar, vamos ter que ficar nessa de ver o time ser engolido no segundo tempo por Deus e o mundo? Ah, vá! Das duas uma: ou não tem preparo físico ou o técnico não consegue mudar o time. De qualquer forma, ambas as opções são horrorosas. Espero que seja só impressão minha.

Ah, já ia esquecendo: que esquizofrenia é essa agora de que 1 a 1 em casa contra o Cruzeiro e 0 a 0 fora contra a Chape são resultados bons pro adversário? Eu, hein, prefiro a época em que empate fora de casa era bom resultado…

Chapecoense 0X0 Flamengo, Copa Sulamericana 2017, Oitavas-de-final – ida.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 206: Protocolar

Assim como esse post, foi protocolar o baile ontem sobre a Chapecoense. Irrefutável 5 a 1, 3 do Guerrero, 2 do Diegão. O caminho se avisinha. Coisa de mais 20 vitórias e podemos pensar em um campeonato flamengo digno. A Ilha virou alçapão!

Flamengo 5X1 Chapecoense, Brasileirão 2017, Round 9. 8ª colocação.

Flamengo até morrer!