Arquivos de tags: Cruzeiro

cornetada vitoriana 278: Ficou barato

001_1024x1024

O caos

Segundo diversas tradições mitológicas, caos é o vazio primordial colossal, ilimitado e indefinido, que precedeu e propiciou o nascimento de todos os seres e realidades do universo. Para a filosofia, similarmente, é o estado de caráter desordenado e indiferenciado de elementos que antecede a criação dos tempos. É a bagunça, a desarmonia, a confusão. Podem chamar o Flamengo que vocês viram (não) jogar ontem contra o Cruzeiro disso tudo aí acima.

Não dá pra esperar resultados diferentes fazendo a mesma coisa sempre. Esse é um bom conceito para a palavra burrice. Não quero exatamente atribuir a alguém a alcunha de asno, mas não se pensa futebol com o estômago. Quem faz isso é conhecido como torcedor. Estamos um pouco longe ainda de nos impormos frente a times preparados, bem treinados, e, sobretudo, velhacos, como de regra são os times comandados pelo Brother Menezes. Acho que ele só não conseguiu isso no próprio Flamengo de 2013, razão pela qual, acho, ele pediu penico e vazou pela porta dos fundos. Dane-se!

Fato é que o menino Barbieri careceu de um pouco de malandragem ontem, o que sobra no técnico norte-uruguaio. Até demais. Liderar a maior parte do Brasileirão não credencia time nenhum a dormir no ponto e perder o ônibus rumo ao triunfo nas demais competições. Sapatinho mode on e oba-oba nível zero deveriam ser estatutários no Clube de Regatas do Flamengo. Escalar o time apropriado pra jogar contra uma equipe experiente também seria aceitável e mais produtivo. Me pareceu que o Cruzeiro entrou pra espremer, pra não deixar o Flamengo jogar, jogar mesmo, ir um pouco além de ficar com a bola nos pés. Jogar no sentido de fazer jogadas, de atacar, de infiltrar e chutar a gol. 66% de troca de passes estéreis na frente do círculo central não servem. E o Mano conseguiu neutralizar isso tudo simplesmente impedindo o Fla de fazer o que faz de melhor: atacar. É bem verdade que um gol antes dos primeiros 10 minutos de jogo ajudam muito. Foram decisivos ontem. Para o nosso lamento. Para a nossa tristeza. Ah, desnecessário lembrar que esses 2 a 0 são uma merda em si, mas no Maraca, foram o horror.

A coisa estava tão feia que o mito (ahah) Dedé, notável por ser um dos maiores clientes pessoa física que o Flamengo já fidelizou, se criou pra cima da gente. Bizarro! E o Fábio, que fez a carreira praticando as defesas mais difíceis que um goleiro pode fazer somente contra a gente, nem sequer sujou o fardamento. Sei porque acompanho!

Falando em horror, já está mais que na hora de a diretoria fodástica Rubro-Negra atentar para o fato de que é mais importante ter torcedores apoiando que sócio-torcedores tirando onda. Não, uma parte maior dos ingressos não tem que custar um rim e ir pras mãos da galera de iPhone. Sim, o humilde trabalhador das massas ignaras, assalariado, sofrido e desdentado, tem que ter mais acesso em jogos grandes como o de ontem. A empolgação da Magnética não vem do Leblon. Ou que essa galera aprenda a torcer. Não tenho nenhuma inclinação a apoiar essa aberração esquerdista (mais uma!) de “função social” das coisas. Estou egoisticamente pensando é na energia que a massa entrega ao time, o que a turma da camisa Tommy Hilfiger e do cardigã nos ombros infelizmente não consegue sozinha. E o Fla tem receitas diversas de monta elevada o suficiente para não precisar ser mesquinho na hora de precificar ingresso.

Outra conclusão a que cheguei nos últimos dias, principalmente após as duas derrocadas nos últimos dois jogos: não dá pra ganhar tudo. Tríplice coroa é algo que nunca aconteceu no Brasil e, na Europa, ocorre bissextamente, e com times de outros planetas. Portanto, a adversidade do malogro em um dos três torneios de maior monta do calendário não pode ser vergonha. Vergonha é como será isso. Espero que a potencial eliminação nesta Libertadores, torneio com o qual estou quase afirmado que somos incompatíveis, seja a única neste resto de temporada. A ver.

Flamengo 0X2 Cruzeiro, Copa Libertadores 2018, Oitava de Final – ida.

Flamengo até morrer!

Anúncios

cornetada vitoriana 241: Lugar errado, hora certa

6c7d867817b2cd0105171430f94da968--writing-funny-photosEssa era a vitória sobre o Cruzeiro que precisávamos. Não hoje exatamente, apesar de ter contado muito, mas na final da C do B. É a prova de que somos muuuuuuuito melhores que o time do Mano Caráter. O Flamengo continuou preguiçoso, indolente, sem pegada. Mas funcionou dessa vez. Nem precisamos jogar bem, só jogar pro gasto e saber segurar resultado. E foi o que rolou hoje. Foi só o que precisávamos para dobrar ao meio, sem 6 titulares, o Cruzeiro. Mas tá valendo, não se chora o leite e o mel derramados.

Por que não gostei da atuação do Mengão? Bom, pra mim, foi igual ao jogo contra o Grêmio. Fizemos 1 a 0 e entregamos a posse de bola pro adversário. Era chutão bumba-meu-boi pros bichos cairem pra cima. Só que não o fizeram. Nossa sorte é que o Cruzeiro é fraco, fraco mesmo. Longe de ser parecido com a segunda força do Uruguai do Norte. Talvez seja a primeira das Gerais, o que não é grande coisa. E uma cornetinha pro Mr. Rueda: profe, Pará errou em 3 gols no último jogo, 100% dos que tomamos, e o prêmio é continuar sendo capitão? Pará? Capitão? Como alguém que nem deveria estar no time pode ser capitão? Ah, neeeeem!

Finalizando, é definitivo: Vinícius Jr. muda time. E Cuéllar é foda! Outros 2 recados pro nosso treinador!

Flamengo (7º) 2X0 Cruzeiro (6º), Brasileirão 2017, Rodada 33.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 232: O Brasil é azul

tumblr_m1imtlyVJY1rqt4bpo1_500Parabéns, Cruzeiro! Campeão digno, de respeito. O Brasil é azul!

E não deu pra Nação. Paciência, faz parte, só perde título quem tem a chance de ganhar. Desses, somente 2 de quase 100 times conseguiram essa possibilidade. Bom, vamos aguentar a falação, na paz.

Quanto ao jogo, acho que não fizemos muito pra ganhar em campo. Nos pênaltis, nem comento. O Muralha não teve culpa nenhuma. Mas admitir que escolheu um canto pra pular como tática é meio anos 1960 demais pro meu entendimento. Por fim, lembro que foram dois jogos, dois empates. Pensemos…

Prefiro me ater ao desempenho do Diego: joga muito, manda demais, mas hoje foi negação. Total! E nem estou falando do pênalti.

Bem, como disse, tá valendo!

Cruzeiro 0X0 Flamengo, Copa do Brasil 2017, Final – volta.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 226: Involução

involution

Estaríamos regredindo?

Uma merda esse amadorismo de se meter a escrever tão remunerado quanto reconhecido e não ser obrigado a fazê-lo em tempo. De outra sorte é bom, porque, provavelmente, colheria desafetos se o fizesse logo que o assunto demandasse. Dane-se, no entanto, o espaço é meu, mando a letra – ou não – quando e se quiser.

Mas vamos ao que interessa… Pra jogar com técnico novo como ontem e colher resultado como quando tínhamos técnico antigo, prefiro o segundo. Sério, ontem o Flamengo do Rueda foi o pior Flamengo do Zé Ricardo. De novo, tivemos a manha de não sustentar um resultado. A escalação foi esquisita. As substituições, idem. O que se esperou do time não foi conseguido. Muita semelhança mesmo!

O goleiro Thiago errou feio. Demorei a aceitar, pois prefiro sempre dar o benefício da dúvida. Ainda bem que ele não é o Muralha. Se fosse, redundaria na demissão do departamento de futebol inteiro. Mas chute de cabeça de área, na frente da zaga, com 6 na defesa, e rebote pra jogador livre não me parece ser erro individual.

Confesso que não entendi a euforia cruzeirense (e, claro, arcoíris, por tabela) com o empate de ontem. Tenho minhas dúvidas sobre se o comportamento tivesse sido muito diferente se o Flamengo tivesse tomado uma goleada no Maraca. Mas vamos lá, vantagem mínima nunca foi muito bom pra gente. O título não tem dono ainda. Mas é melhor pro Fla que os antis pensem que já tenha…

Finalizando, vou repetir, e pela última vez: já está chato esse negócio de tudo no Flamengo ser em função de arbitragem. Ainda mais em jogos que não ganhamos. Beira a burrice achar isso. Mas vai lá, fica meu pacto aqui comigo mesmo: não dá mais pra entrar numas de discutir com quem realmente acredita em erros de arbitragem que acontecem em jogo do Flamengo e que só o beneficiam. Ainda mais quando o erro é difícil de ser visto até na TV, com replay e imagem congelada…

Flamengo 1X1 Cruzeiro, Copa do Brasil 2017, Final – ida.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 213: Cansado

Não meu time. Nem eu em relação a meu time. Só cansado.

Cruzeiro 1X1 Flamengo, Brasileirão 2017, Rodada 14. 4ª colocação.

Flamengo até morrer!

Scout 2014: jogo 34

Cruzeiro 3X0 Flamengo
Uberlândia, 1/6/14
Brasileirão 2014 – 10a rodada
Gols:
No ano: 17V, 9E, 8D; 61 pontos; 58,8%; 59 gols pró, 41 gols contra
Alecsandro – 15
Hernane – 6
Paulinho – 6
Everton – 5
Gabriel – 4
Elano – 3
Lucas Mugni – 3
Nixon – 3
Léo – 2
Márcio Araújo – 2
Negueba – 2
Welinton – 2
André Santos – 1
Cáceres – 1
Luiz Antônio – 1
João Paulo – 1
Samir – 1
João Felipe (Nova Iguaçu) – 1
Léozão (Madureira) – 1

Brasileirão 2014: Cruzeiro X Flamengo – 1/6/14

Cru X FlaUm empate contra o líder do campeonato basta pra não dormir um mês na zona. Dureza, sem dúvida. Mas é Flamengo! Vamos pra cima do Cruzeiro hoje, como se fosse o último jogo. E é.

Flamengo até morrer!

Scout 2013: jogo 68

Flamengo 1X1 Cruzeiro
Rio de Janeiro, 8/12/13
Brasileirão 2013 – 38ª rodada
Gol: Hernane, 13′, 1T.
No ano: 33V, 18E, 17D; 117 pontos; 57,3%; 97 gols pró, 71 gols contra
Hernane – 36
Elias – 10
Renato Abreu – 7
Paulinho – 5
Marcelo Moreno – 4
Nixon – 4
André Santos – 3
Cleber Santana – 3
Gabriel – 3
João Paulo – 3
Léo Moura – 3
Rafinha – 3
Wallace – 3
Chicão – 2
Amaral – 1
Cáceres – 1
Carlos Eduardo – 1
Gum (Fluminense) – 1
Ibson – 1
Luiz Antônio – 1
Roberto Dias (Campinense) – 1
Rodolfo – 1

Scout 2013: jogo 43

Cruzeiro 1X0 Flamengo
8/9/13
Brasileirão 2013 – 19ª rodada
Gols:
No ano: 22V, 10E, 11D; 76 pontos; 58,9%; 61 gols pró, 44 gols contra
Hernane – 20
Elias – 7
Renato Abreu – 7
Marcelo Moreno – 4
Nixon – 4
Cleber Santana – 3
Gabriel – 3
Rafinha – 3
João Paulo – 2
Paulinho – 2
Cáceres – 1
Carlos Eduardo – 1
Chicão – 1
Ibson – 1
Roberto Dias (Campinense) – 1
Rodolfo – 1

Brasileirão 2013: Cruzeiro X Flamengo – 8/9/13

Fla X CruNo meio de uma parcela representativa de cruzeirense, meus primos mal-vestidos de Sete Lagoas/MG, os caras estão mordidos com a gente. Mas vamos pra cima, sabendo que o revés é mais provável. Flamengo 2 a 1.

Flamengo até morrer!