Tag Archives: Petkovic

cornetada vitoriana nº 140: o gringo mais rubro-negro que já existiu

Que torcida é essa?

Valeu, Pet!

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana nº 139: isso vai dar rock!

E lideramos o campeonato por uma semana inteira, com o melhor ataque e a melhor defesa. Continuamos com o melhor ataque, isolado, com 7 gols marcados. Mas tomamos 3 do famigerado Baêa, o que coloca, mais uma vez, à prova a qualidade absolutamente questionável de nossa defesa. Pior que isso foi tomar o último gol de um time manco com um a menos e 10 mais ou menos, no fechar dos portões da nossa casa na Bahia, o bom Pituaçu. Inadmissível para um time que quer alguma coisa no BR11 deste ano. Sabedores disso, é duro ver a liderança escorregar para cavalos paraguaios como Vasquinho, Corinthians e, principalmente, Atlético Galense.

O mercado está sinalizando com boas contratações para o Flamengão Doutrinador Geral de cocotas mal amadas e mal vestidas. Se vierem Airton, André e Alex Silva, e parece que vêm, o time vai ficar enjoado. Já é de alguma forma, mas precisa de mais no banco, já que depender de Fernando pra substituir nosso paredão à frente da zaga não dá.

Bom, tem Corinthians no fim de semana, jogo de despedida do gringo Petkovic. Não sei bem se isso é hora de fazer festa. Contra time da parte de cima da tabela não se pode vacilar, é confronto direto. Mas vai que o cara gaste o seu repertório em seu último jogo com a camisa mais linda que ele já vestiu e mete unzinho de falta e outro olímpico… Ia ser lindo demais, e o sérvio merece…

E não é que o Egídio tem jogado bem?

Por fim, vou me redimir publicamente do embaraço que é falar mal de jogador do Flamengo. O Egídio, não sei bem porque, provavelmente pela contratação do Júnior César, resolveu jogar bola e mandou muito contra Hawaii e Baêa. Muito bacana a manifestação de carinho do grupo no gol marcado ontem. Mas deve amargar o banco já no próximo compromisso.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 87: Abaixo a dungalização do Andrade!

Confesso que temi pelo pior em relação à promissora carreira do nosso promissor Andrade, o Tromba. Em como dominar a situação, falar a língua da mulambada, tirar o melhor de cada jogador e manter o Flamengo Flamengo, não temos nenhuma dúvida de que ele é bom. No entanto, juro que temia pelo processo de burocratização de nosso treinador campeão. Os jogos do Flamengo tinham-se tornado muito previsíveis, sendo superados em previsibilidade pelas escalações óbvias e pelas alterações café-com-leite de nosso comandante. Contra o Resende, acho que meus temores se dissolveram. Pela primeira vez, vimos o Menino Pacheco e o Pet em campo juntos, o que foi ótimo. O Andrade colocou outro meia no lugar de um cabeça de área, o Toró, que até fez bem feito enquanto ficou em campo. E ainda colocou um lateral no meio-campo. Achava, até então, que o cara era do tipo que pensa que zagueiro só substitui zagueiro, meia entra no lugar de meia e atacante só sai pra dar lugar a outro atacante, como certos treinadores de certas seleções brasileiras. Resultado: nó nas tripas dos pequenos resendenses e goleada convincente com boa apresentação.

Juan tá voltando? Não, não me refiro ao zagueiro da Selecinha, mas ao nosso bravo marrentinho lateral esquerdo. Jogou pacas no sábado, e tem dado várias assistências para gols. O Léo já está mostrando serviço a muito tempo. Flamengo com os laterais jogando bem, mais o Império do Amor é igual à invencibilidade na América. Resposta à pergunta inicial: sim!

O Bruno The Wall saiu em defesa do Adriano e asseclas no embróglio do suposto baile funk na semana passada, exigindo respeito. Vi uma crítica do Sr. Álvaro Oliveira Filho (Globo/CBN) dando conta de que, pra exigir respeito, tem que se dar ao respeito. Natural. Nada natural foram os exemplos dados pelos comentador. Lembro do episódio envolvendo o então auxiliar técnico Andrade e o recém-chegado goleiro. Ora, meu filho, o cara não sabia onde estava, e nem com quem estava lidando, ao desrespeitá-lo. Será que alguém que pensa iria mesmo achar que o goleiro titular há 3 anos e capitão de uma equipe qualquer não respeita seu chefe e continua em campo? Outro fato citado foi relativo às (será?) brigas entre os jogadores do Flamengo, tornando o ambiente de desunião e discórdia. Ora, o Flamengo é o maior clube do mundo, o que mais vende notícia, e até um zelador gripado vira manchete. E, infelizmente, não sabemos lidar com blindagens e factóides inventados ou mesmo verdadeiros divulgados pela imprensa. O que quero dizer é que todo time tem 25, 30 jogadores, e é impossível não haver arranca-rabo e tititi entre esses caras. Ocorre que, no Flamengo, essas coisas vazam e tomam uma proporção gigante. A melhor prova de que o ambiente é bom se vê nas comemorações dos (milhares de) gols que fazemos, ocasião em que 6, 7, 8 jogadores, mais alguns reservas, se abraçam e se cumprimentam. Ah, chega dessa bobagem…

Ainda sobre as falas do Bruno, o cara disse: “Qual de vocês aí que é casado que nunca brigou com a mulher, que nunca discutiu, que nunca ATÉ saiu na mão com uma mulher?” Isso é textual, foi exatamente isso o que ele disse. É bem diferente dizer que ele acha que é normal se bater em mulher, fazer apologia a isso ou afirmar que o jogador disse que bate em mulher, como se tem sido noticiado. Não tenho procuração pra defendê-lo, mas, a despeito de ele ter ido a público pedir desculpas pelo discurso, o que é mais uma satisfação para fechar o caso que uma assunção de culpa, esse é outro caso clássico de má interpretação, exagero e má fé da imprensa para com o Flamengo e seus atletas.

Mais uma vez atropelamos um pequeno e, graças à incompetência florminensista, assumimos a liderança, que era temporária para o tricoflor e é definitivamente nossa até o fim do turno.

Adriano tá vacilando. Vai ficar de fora da Copa desse jeito…

Saiu a tabela do Brasileirão 2010. O Mengão pega o SP, dia 9 de maio, no Maraca. Primeira vítima.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 82: Envergonhamos o Flu. De novo.

O que dizer do Fla X Flor de ontem que ainda não foi dito? Como não sou jornalista, não tenho nenhum compromisso com o furo, a novidade e nem mesmo com a verdade. Aliás, quanto a esta última, o faço por questão de princípios. Como o lance aqui é opinião, então, ela, a verdade, pode até ser colocada de lado. Em se tratando de opinião sobre o Flamengo, não será o caso.

Bom, os tricoletas erraram o tempo todo, mesmo quando acertaram, mesmo antes do dia do jogo. Nenhum time pode se preparar para um jogo contra o Mengão com rirrirri, oba-oba e já ganhou. Nenhum jogador ou jornalista pode colocar nenhuma agremiação menor como favorito contra o Mais Querido. Nenhum clubezinho metido a besta pode meter 3 no Fla e achar que levou o jogo. Nenhum juizinho de merda pode expulsar injustamente um guerreiro flamengo e deixar de marcar pênalits óbvios e ficar por isso mesmo. E nenhuma torcidinha pode achar que já levou do Flamengo, gritar olé com 1 a 0 (só os foragidos da Segundona mesmo…) e, principalmente, querer se equiparar em qualquer quesito à Magnética.

Quanto ao jogo, o que é o Adriano na vida, meu chapa? Como esse sujeito joga! A zaga do Flor mostrava o medo do cara nos olhos. O Diguinho deve estar sonhando com o Impera até hoje. E o Império do Amor pegou mesmo! Vinícius Pacheco mandou demais ontem. Se ficar nessa, será o nosso meia por um tempão. Apesar do Andrade ter entrado errado com o Fierro na lateral tendo um especialista no elenco, consertou tudo no intervalo e mandou bem de novo.

Doutrinamos novamente, e ajudamos a desmistificar algumas verdades futebolísticas. Uma delas: a de que o Flamengo é o melhor time do Brasil.

Essa lambança do Pet é pra tanto, fala a verdade? Exagero dele, do Marcos Braz e, principalmente, da imprensa.

De passagem pelos 3 a 2 sobre o Americano, pra não dizer que não toquei no assunto e nem reconheci a partida ruinzona que fizemos. Pronto, toquei.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 72: Petdependência

É deste mal que o Flamengo parece sofrer. Sem o Petkovic, o Mengão não foi nada ontem, contra o Grêmio Barueri, na Grande São Paulo. Em momento nenhum. Bastou o pequeno paulista abafar na marcação da saída de bola, e a melhor opção de ligação da defesa com o ataque foram as bicudas do Angelim. Falando em Angelim, o Andrade tem que repensar sua escalação. Não por outro motivo que não sua lentidão. Tomamos dois gols do seu lado ontem, o que é lamentável, em função do passado e dos serviços prestados deste ótimo zagueiro. Com o Fabrício e o Airton mandando bem ali atrás, acho que temos que mudar nossa zaga. Antes que seja tarde.

O Andrade montou um time estranhão, mas ousado. Apesar do perrengue pra sair jogando, so far, so good antes de tomarmos o primeiro gol irregular. Mais um aliás. Agora, tirar o Maldonado foi brincadeira. Colocar o louco Denis Marquis e o Erick Flowers, que ainda não disse ao que veio, acabou com o Flamengo. Tomara que tenha aprendido. O primeiro atrapalha o ataque, o segundo se atrapalha sozinho. Mandou mal nosso bom treinador.

A solução pra melhorar o time estava em campo. Recuar o Airton pra cobrir a zaga, fixar o Willians Ninja ao lado do Maldonado na frente, e liberar os laterais e o Zé Roberto fariam mais sentido que colocar os molambos que entraram. Já posso ser treinador do Mengão…

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 71: Perderam a renda e o jogo

Adriano Fla X BotafogoEsse é o Foguinho. Instauraram um clima de guerra e mostraram toda sua inaptidão gerencial que vai acabar levando-os aos confins da Segundona. Mas isso não é problema nosso e nem deve ser discutido aqui. Deixemos essa lambança geral para os meios acadêmicos estudarem. Afinal, a Escola de Administração Botafoguense é um anti-case que deve ser tratado por profissionais.

E o Mengão, hein?! Rapaz, que jogo tenso! Mas mantivemos a ordem natural das coisas e destroçamos mais um adversário rumo ao G4. O Flamengo fez pro gasto, apesar de um bom primeiro tempo. Destaque pra Zéboteco, Airton, de novo, e, surpreendentemente, Fabrício. Deve ser o primeiro caso na história recente em que a Seleção fez bem para um jogador nosso. Tirou todas, não fez falta boba e segurou a onda legal. Isso tudo com a ajuda do Maldonado (acertou mesmo nossa defesa!) e do motorzinho Toró. E o Pet confirmou a fase. Por fim, quem tem Adriano Impera tem quase tudo. O Hexa-Campeonato está na trilha. Dependemos de nós mesmos e de uns poucos tropeços. É, sim, muito possível. Vamos!

Fiquei um pouco preocupado com a atuação do time sem o Pet, depois de sua substituição. O Mengão foi pressionado pelo Chororô durante toda a meia hora final. Conseguimos ligar somente um contra-ataque. E o Gringo não joga contra o Barueri. Vai ser dureza!

O Foguinho, realmente, não se emenda. Não houve nenhum pênalti, nenhum, em todo o jogo. E os molambos mal-vestidos acham que a intenção de sofrer a falta deve ser levanda em conta pelo juiz. Já tá ficando ridículo. Além do mais, o pênalti marcado não chegou nem perto de ter acontecido. O Airton nem sequer tocou no molambo botafoguense. E ainda levou um injusto cartão amarelo. Tsc, tsc…

É pena que, fora o líder, nenhum dos demais concorrentes diretos perderam pontos na rodada. Tudo normal. Palmeiras, SP, Inter e Galo têm feito bem o papel de guardar nosso lugar no topo da tabela.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 70: A Maior do Mundo ficou maior ainda…

sajudas20flamengoE não estou falando dos menininhos que se tornaram Flamengo no dia de hoje, depois do fantástico sacode em cima do líder do Campeonato em rede nacional. Tô falando dos 30 milhões de naufragados sãopaulinos, goiasistas, atleticanos e colorados que se juntaram ao nosso coro no jogo contra o Palmeiras. Engraçado que, nem juntos, esses pobres chegam sequer perto dos 35 milhões de felizardos torcedores do Mengão. Mas isso é papo pra outro post. Vamos ao jogo!

Contra os Bambi, falei que o Pet tinha 10 anos a menos. Parece ter ainda menos. Isso somado à experiência adquirida em seus 38 anos de idade só poderia resultar em uma coisa: tunda no líder. Com Gol Olímpico Rio 2016 e tudo, em cima do melhor goleiro brasileiro que existe, cantado modestamente por esse que vos fala. Claro, não tenho como provar que cantei a pedra. Mas isso não importa… Bom, era óbvio que o previsível-mas-bom Muricy Ramalho ia destacar um infeliz pra grudar no Gringo. A tarefa ingrata coube ao penta-campeão deles, o Edmilson. Coitado, não ganhou uma, nem pra contar pros netos, e ainda se viu na difícil posição de estar no meio do caminho do nosso guerreiro camisa 43 na pintura de gol que ele fez para abrir o placar. Azar dele, sorte nossa. Falando em marcação, o que foi a partida do bom Airton, rapaz? O cara tirou absolutamente todas as bolas da área do Bruno, não tomou cartão e nem uma faltinha sequer ele fez. E olha que o cara é reserva e nem zagueiro é. Parabéns, mandou muito!

São 10 jogos de invencibilidade, sendo 9 no Brasileirão. Ganhamos do líder, do vice-líder de então e empatamos com o único time que nunca saiu do G4 nesse campeonato em seu território. O G4 é realidade, o campeonato tá querendo mudar de endereço…

Se ganharmos do Botafogo na próxima rodada, o que é complicado, mas é a ordem natural das coisas, e se os 3 ocupantes provisórios das 3 posições imediatamente acima da nossa empatarem, ocuparemos a 2ª posição. Se o Porco não fizer ponto, ficaremos a 3 deles. É ou não é pra pensar em ser campeão?

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 69: Alguem tinha alguma duvida?

Fla X SPDetonamos os bambi. Mesmo sem o Imperador e apesar do Denis Marques. Sem falar que poderiamos ter enfiado um sacode master nos coitados. O Pet parece ter 10 anos a menos. E o 0Berto tem mesmo mandado muito bem. Me redimo de todas as mil vezes que falei mal do otimo Rogerio Ceni, nao fosse por ele, a goleada seria certa. Mengao, a redencao maxima do futebol-arte nesse campeonato, rumo ao G4!

Flamengo ate morrer!