Arquivos de tags: Universidad de Chile

Libertadores 2010: Flamengo X Universidad de Chile – 12/5/10

Não se trata de vingança, mas o Mengão Doutrinador Passa Rodo Geral não pode jogar duas vezes com um time sem dar-lhe ao menos uma tunda. O Universidad de Chile é o único time com quem jogamos nesta Liberta e não ganhamos. 3 a 0 seria show.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 94: Que venham o Foguinho e os Católicos

No jogo da Liberta contra o Universidad de Chile, na semana passada, expomos as maiores deficiências do Mengão para o ano: ao contrário do que pensava, não sabemos jogar o torneio. Ou ao menos não sabemos como jogar em casa, com o resultado. Com raça e determinação, faltando 12 minutos para acabar o jogo estávamos à frente. Em vez de chutões e trocas de passa no campo de ataque, recuamos e deixamos o adversário jogar. E ainda marcamos mal bagarai. Resultado: empate com sabor de derrota e classificação para a próxima fase complicada. Bom pra aprender, Libertadores não se ganha com jogo bonito ou gracinha pra torcida. É garra, manha e catimba, além, claro, futebol.

Coitados dos pobres coitados dos viceínos. O mais engraçado é que eles achavam mesmo que podiam desclassificar o Mengão… E, claro, como desculpa pra incompetência, atribuíram à arbitragem mais esse insucesso frente ao Fuderosão. Olha, minha opinião é de que somos melhores que o Vasco em tudo, e ganhamos deles em qualquer lugar, a qualquer momento. Se o infeliz do Willians meteu a mão na bola ou não, isso não me interessa. Se o juiz não viu, o problema não é nosso. Ganhamos porque somos um milhão de vezes melhores e ponto final.

Falando na choradeira do povo da camisa horrorosa, o que eles estão pensando? Que são o Botafogo? Parece que há uma conspiração no Ridejaneiro para mudar verdades históricas. O Foguinho tá tomando o lugar de vice do Vasco e o Vasco o de chororô do Botafogo. E o Flor tá pensando em disputar outro campeonato ou outro esporte pra ver se leva alguma coisa…

Cornetadinha no Andrade, o que está começando a ficar muito comum ultimamente: tá pagando pra vacilar. Não falo das escalações, substituições ou maneira de jogar, razões de outras cornetadas internet afora. Falo da falta de esquema, da bagunça que o time faz em campo em alguns momentos, e da, às vezes, pouca vontade de jogar de alguns molambos guerreiros. Se liga, Maestro, você já mostrou que é melhor que isso!

Temos que, ao menos, ganhar um e empatar outro jogo pra garantir uma classificação mais tranqüila na Liberta. Acho que ganhamos os dois jogos que faltam e ainda veremos o líder perder uns pontinhos. Classificamos em primeiro no grupo, chupa essa manga.

Flamengo até morrer!

Scout: ano 2010 – jogo 20

Flamengo 2X2 Universidad de Chile
8/4/10
Copa Libertadores de América – 1ª fase
Gols: Michael, 22′ e Léo Moura, 37′, 2T.
No ano: 15V, 3E, 2D; 80%; 52 gols pró, 25 gols contra
Vagner Love – 14
Adriano – 12
Bruno Mezenga – 4
Vinícius Pacheco – 4
Fernando – 3
Kleberson – 3
Léo Moura – 3
Rodrigo Alvin – 2
Dênis Marques – 1
Fierro – 1
Michael – 1
Petkovic – 1
Ronaldo Angelim – 1
Wallace (Friburguense) – 1

Libertadores 2010: Flamengo X Universidad de Chile – 7/4/10

Imagino que La U venha com uma retranca monstro, o que sempre dificulta a vida flamenga. Isso se houver jogo. O time é fraco, e pagamos pra vacilar ao perder pra eles no Chile. Dá Flamengo. Não temos jogado bem, a despeito de ter passado o rodo geral no primeiro trimestre do ano. O placar vai depender da vontade dos guerreiros. Se a bola entrar logo, é goleada. Se não, é dureza. Calçando as sandálias da humildade, vou de time mal, primeiro gol chorado, mas com vitória: 2 a 0 pro Mengão.

Flamengo até morrer!

Scout: ano 2010 – jogo 15

Universidad de Chile 2X1 Flamengo
17/3/10
Copa Libertadores de América – 1ª fase
Gols: Rodrigo Alvin, 5′, 2T.
No ano: 12V, 1E, 2D; 82,2%; 40 gols pró, 19 gols contra
Vagner Love – 12
Adriano – 7
Bruno Mezenga – 4
Vinícius Pacheco – 4
Fernando – 3
Kleberson – 3
Léo Moura – 2
Rodrigo Alvin – 2
Fierro – 1
Petkovic – 1

Libertadores 2010: Universidad de Chile X Flamengo – 17/3/10

Difícil, com terremoto e tudo. Empate é bom. Mas Mengão é Mengão: 2 a 1.

Flamengo até morrer!