Arquivos de tags: Vasco

cornetada vitoriana 267: Seguimos meia-boca

meiaboca

Flamengo atual é muito meia-boca

Muito curiosa a cobertura da tranquila classificação flamenga na Libertadores de América 2018. A grita geral, desta feita, foi em função da dita pouca combatividade do Flamengão Doutrinador Geral contra o freguês argentino da camisa feiona River Plate. Ora, temos um time meia-boca, pressionado, com técnico interino até hoje e, na contenda em tela, com seu estagiário fazendo suas vezes, dada a suspensão que cumpria. Não é necessário ser muito esperto pra saber que perder em mi Buenos Aires querido! não era opção, pelos motivos listados, e por outros mil que não vou trazer aqui. Ah, de quebra, foi pra outra fase invicto.

Outra discussãozinha cretina: ah, classificou em segundo lugar. Oras, na prática, dois pontos. Um é o fato de não decidir os jogos em casa. Grande coisa. Sempre fui de opinião que, em confrontos difíceis, como geralmente são os de Libertadores, é preferível surpreender em casa logo, passando a responsabilidade e dificultando o resultado para o adversário em seus domínios. O outro: dos 8 classificados em 1º, 5 são brasileiros e nenhum é o temido Boca Juniors. E, por óbvio, é preferível enfrentar qualquer brasileiro, por questões de logística, distância, conhecimento e freguesia. Menos o Grêmio. Melhor evitá-los. Além de ser um bom time, não nos criamos com esses bichos, não tem jeito…

Bem, mudando a chave, vamos de Brasileirão amanhã, contra os nervosinhos chorões do Atlético Mineiro e seu quase meio século (?) sem um título brasileiro. É quando os malucos prestam suas levianas homenagens à honra e à integridade do justo, cumpridor  e competente José Roberto Wright. De minha parte, acho que nunca mais vai ocorrer um triunfo patético mineiro no Brasileirão até o fim dos tempos, mas é só minha opinião. Incoerentemente, o Galo é meu favorito atual para o campeonato esse ano. Se não evitarmos uma derrota nesse jogo, os caras vão passar um mês na liderança durante a Copa do Mundo. Pior para o mundo…

Perdemos de 1X1 para o V4sco (ahahahah!) na rodada passada. Não vou falar nada sobre mais essa, sim, vergonha!

River Plate 0X0 Flamengo, Copa Libertadores 2018, Fase 1, Rodada 6.

Flamengo 1X1 Vasco, Brasileirão 2018, Rodada 6.

Flamengo até morrer!

Anúncios

cornetada vitoriana 250: Duzentésima cinquentésima CV!

250Caraca, parece que foi ontem… Não, não parece. A semelhança com ontem reside somente no fato de que também não lembro o que comi no café da manhã do dia da primeira CV, há… Uma década? Por aí…

Poucos sabem, mas esse simplório catadão de bobagens ditas muitas vezes sem pensar tem seguidores! Incrível, né? Já contou com mais de 5 mil single views, no post relativo ao hexacampeonato brasileiro do Mais Querido, se não me engano, lançado em 6/12/2009. Feito incrível aquele. Outro motivo de orgulho é que o blog já foi visto em quase todos os países do mundo livre, em todos os estados brazucas, em quase todos os rincões do planeta. Do meio da Selva Amazônica até a Antártida, teve maluco que clicou aqui. Maneiro! Parabéns ao envolvido, no caso, eu mesmo!

Bão, pra não dizer que não falei de Flamengo, ontem teve embate com nossa baranga de fé. 0X0. Sem mais. Me recuso a falar de resultado tão ridículo, de uma vergonha sem par para os felizes Rubro-Negros espalhados por todos os cantos dessa pedra gigante. Bater no Vasco é obrigação, ainda que eles estejam a pleno vapor rumo à banguização. É um processo que parece galopar com sucesso para a transformação do clube de médio/pequeno porte para escola de samba. A ver…

Seguimos classificados para a semifinal da Taça Guanabara. Não é nada, não é nada, não é nada mesmo.

Flamengo 0X0 Vasco, Taça Guanabara, Campeonato Carioca 2018, Rodada 4.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 238: Chance perdida

Eu-so-queria-uma-chanceMais uma chance desperdiçada de dar uma chinelada catequética na baranga. Aquilo que poderia ser o prenúncio de uma balada divertida, os embalos de sábado à noite em sua melhor versão, o que deixaria Tony Manero envergonhado, se tranformou em mais um triste exemplo de futebol passivo, bobo, preguiçoso. A cara do Mengão de meu Deus atual. Outra derrota pra Vasca por 0X0. Se liga, profe! Tá osso!

É bem verdade que perdemos uns 2 milhões de gols na contenda, dominamos a porra toda, meio sem graça é verdade, mas o adversário não merecia e nem demandava muito esforço. Mas até pra empurrar a bola pra dentro é necessário um pouco de suor, mesmo contra o Vice. Não entrou, o que me faz pensar (na vera, repensar algo que considerava correto): menino Paquetá não rola no lugar do Guerrerão. Vizeu me parece com mais ciência do que fazer na área, apesar de não fazer muito. Vou acreditar que em função do pouco ritmo de jogo. E o Everton Ribeiro podia se emendar sob pena de esquentar o banco.

Zé Ricardo está-se mostrando o puta técnico que eu pensava que era fazendo os dorminhocos vascaínos jogarem razoavelmente e estarem disputando vaga na Liberta…

Falando nisso, não custa lembrar que precisamos nos classificar pra Libertadores 2018 ainda.

Bem, quarta tem Flu e quartas da Sula. Vamos, Flamengo!

Flamengo (7º) 0X0 Vasco (8º), Brasileirão 2017, Rodada 31.

Flamengo até morrer!

cornetada vitoriana 211: Outra peia na baranga!

IMG_9860-1366x546Desnecessário lembrar a praça de guerra em que a parte marginal da torcida vascaína presente a São Januário transformou o final do jogo no sábado. Lamentável é o menor dos adjetivos. Prefiro ir por outro lado, dar outra opinião para se somar às milhares já dadas sobre o assunto: aquilo nada tem a ver com futebol, com Vasco, com Flamengo. É mais um exemplo de que o brasileiro definitivamente não deu certo. Temos que nos reinventar. Somos, nós, lamentáveis!

Quanto ao jogo, Flamengo 1 a 0. Fácil! Esperado! Refrescante! Rejuvenecedor! Everton Ribeiro disse ao que veio, alto e claro: joga muito! Everton merece destaque: bom jogador, se deu bem com as novas contratações.

Vasco 0X1 Flamengo, Brasileirão 2017, Rodada 12. 2ª colocação.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 200: Impedido sim, o freguês sempre tem razão

Impedido?

Impedido?

Geral sabe que esse espaço não foi feito pra falar sério. E que não serve pra falar de mais nada que não seja do Flamengo. Sabe também que não se quer impressionar ninguém, ou para encobrir falhas no elenco ou da cartolagem flamenga. Mas, convenhamos, esse título foi mais que merecido.

O Mengão não jogou as finais pra ser campeão. Mas foi. Porque jogou o campeonato. Perdeu um jogo, mesmo sabendo que não valia nada, e pra um time série C. E quando podia. E cheio de erro de arbitragem que nego não lembra, porque não ficamos de chororô quando acontece com a gente. É, porque acontece, mas nem por isso vamos querer explodir a cara de alguém, dar faniquito ou rasgar as pregas com as unhas. Nosso jogador estava impedido mesmo e o freguês sempre tem razão. Ou talvez não: o zagueiro Rodrigo estava lá atrás do gol dando condições, já que teve que sair pra ser atendido por causa de uma suposta contusão. Pra ganhar tempo. Pra tomar o gol de empate.

Engole isso, gente fina. Não somos os melhores. Não somos nem bons, pra falar a verdade. Mas somos o Flamengo, que não iria a lugar nenhum na Libertadores, e devemos não ir também no Brasileiro. Mas contra Vasco, Fluminense, Botafogo, Cabofriense e sei-quem-lázinhense reinamos sozinhos.

Aos Vices, meus parabéns pela conquista e por abrilhantarem nosso triunfo. Mas entendam que gritinhos de olé faltando 10 minutos pro fim de um jogo que poderia ter outro final e jogadores reservas festejando no banco não ajudam em nada. Ou melhor, ajudam sim: o Flamengo a ser campeão em cima de vocês.

Flamengo até morrer!

Scout 2014: jogo 25

Flamengo 1X1 Vasco
Rio de Janeiro, 13/4/14
Libertadores 2014 – Finais
Gols: Márcio Araújo, 45′; 2T.
No ano: 16V, 5E, 4D; 54 pontos; 72%; 53 gols pró, 28 gols contra
Alecsandro – 12
Hernane – 6
Everton – 5
Gabriel – 4
Paulinho – 4
Elano – 3
Lucas Mugni – 3
Nixon – 3
Léo – 2
Negueba – 2
Welinton – 2
André Santos – 1
Cáceres – 1
Luiz Antônio – 1
João Paulo – 1
Márcio Araújo – 1
Samir – 1
João Felipe (Nova Iguaçu) – 1
Léozão (Madureira) – 1

Carioca 2014: Flamengo X Vasco – 13/4/14

Fla X VascoUm título caseiro hoje não vai acabar com a sensação de que poderíamos ir mais longe na Libertadores 2014. Mas pra que mesmo? Pra sermos desclassificados em seguida, e ter postergada a vontade de estourar os miolos de geral? E o Léon não é o Horizonte. O Flamengo não tem mesmo time pra ganhar a América, mas tem pra bater a Vasquinha. Somos quem podemos ser, temos quem podemos ter. Nosso time é esse mesmo. Carece de jogadores, de estrelas. Mas não às custas de pirotecnias empresariais.
Um empate basta. Mas uma vitória redime e sossega. Vamos, Flamengo!

Flamengo até morrer!

Scout 2014: jogo 23

Vasco 1X1 Flamengo
Rio de Janeiro, 6/4/14
Cariocão 2014 – Final
Gols: Paulinho, 15′, 2T.
No ano: 16V, 4E, 3D; 53 pontos; 76,8%; 50 gols pró, 24 gols contra
Alecsandro – 11
Hernane – 6
Everton – 5
Gabriel – 4
Paulinho – 4
Elano – 3
Lucas Mugni – 3
Nixon – 3
Léo – 2
Negueba – 2
Welinton – 2
Cáceres – 1
Luiz Antônio – 1
João Paulo – 1
João Felipe (Nova Iguaçu) – 1
Léozão (Madureira) – 1
Samir – 1

Carioca 2014: Vasco X Flamengo – 6/4/14

Fla X VascoO Vice é favorito hoje. Está mordido com as humilhações da torcida, da imprensa e da vida nessa semana. Joga com raça sinistra. Está descansado, já que o time principal (ahah) não jogou na semana, nem viajou pra Venezuela. Não tem problemas de contusões ou suspensões. Mas é a Vasquinha, gente! E contra o Flamengo! Flamengo 2 a 1.

Flamengo até morrer!

Scout 2014: jogo 9

Vasco 1X2 Flamengo
Rio, 16/2/14
Cariocão 2014 – Taça Guanabara – 8ª rodada
Gols: Elano, 39′, 1T e Gabriel, 44′, 2T.
No ano: 6V, 1E, 2D; 19 pontos; 70,3%; 19 gols pró, 12 gols contra
Alecsandro – 4
Hernane – 4
Gabriel – 3
Elano – 2
Welinton – 2
Cáceres – 1
Léo – 1
Negueba – 1
Samir – 1