Tag Archives: Náutico

Scout 2013: jogo 47

Náutico 0X0 Flamengo
22/9/13
Brasileirão 2013 – 23ª rodada
Gols:
No ano: 23V, 12E, 12D; 81 pontos; 57,4%; 66 gols pró, 50 gols contra
Hernane – 22
Elias – 7
Renato Abreu – 7
Marcelo Moreno – 4
Nixon – 4
Cleber Santana – 3
Gabriel – 3
Rafinha – 3
João Paulo – 2
Paulinho – 2
André Santos – 1
Cáceres – 1
Carlos Eduardo – 1
Chicão – 1
Ibson – 1
Léo Moura – 1
Luiz Antônio – 1
Roberto Dias (Campinense) – 1
Rodolfo – 1

Anúncios

Scout 2013: jogo 24

Flamengo 0X1 Náutico
5/6/13
Brasileirão 2013 – 4ª rodada
Gols:
No ano: 14V, 5E, 5D; 47 pontos; 65,2%; 38 gols pró, 21 gols contra
Hernane – 15
Renato Abreu – 7
Cleber Santana – 3
Rafinha – 3
Elias – 2
Nixon – 2
Ibson – 1
Gabriel – 1
João Paulo – 1
Marcelo Moreno – 1
Roberto Dias (Campinense) – 1
Rodolfo – 1

Brasileirão 2013: Flamengo X Náutico – 5/6/13

Fla X NáuticoÓ, o adversário de hoje é quase perfeito para o momento: bem pior que a gente, sem vitória também, freguês de carteirinha. Pensando bem, melhor seria se fosse o Vasco. Mas vamos para os primeiros três pontos. Flamengo 1 a 0.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 185: Feliz 2013

Um dos piores anos flamengos de todos os tempos chega ao seu final. Sim, porque não temos muito mais o que fazer neste campeonato doloroso pra gente em alguns momentos. Pra mim ao menos, a preocupação com o rebaixamento nunca existiu, já que um time que está em 9º, apesar de continuar com campanha perto do sofrível, não pode ter estado à beira da degola, né? E mais: podemos, com uma possibilidade bem grande, terminar a contenda em 5º. Sí, ¡se puede!

Mas o mais engraçado mesmo é a possibilidade de ficarmos à frente do Vice, tarefa que depende basicamente da gente. Talvez até do Foguinho. Os caras estão numa draga comparável à nossa do ano passado e não fazem 3 pontinhos em um jogo há uns 3 meses. E ainda têm uma tabela desfavorável, na qual um dos confrontos é contra o próprio Flamengo. Ou seja, uma vitória no clássico e a diferença de 4 pontos cai pra 1. O Flor caçador de recordes não vai querer perder pra esses buchas na última rodada. E o terceiro confronto é com o Coritiba fora, o que é prenúncio de 3 derrotas pros pobres. Eu nunca pensei em ser Vice na vida, mas hoje, acho que ser viceíno é pior ainda.

Breve nota sobre o jogo de ontem: gostei! Não jogamos maravilhosamente bem, mas tivemos bons lampejos, como na jogada do (claríssimo!) pênalti. Aliás, qual é a dos pernambuquinhos de chorarem tanto quando o assunto é Flamengo Doutrinador Provocador de Chororô? O Palestino Ibson mandou bem, jogou com uma garra que não vinha mostrando há tempos. Renato Abreu foi regular, errou pouco e mostrou a vibração e a liderança de sempre. Parabéns! E até o menino da lateral esquerda fez sua parte e não sentiu a estreia entre os profissas. Menção honrosa pra ele. E, claro, outra, maior e mais dourada, pro nosso Paredão 2. O xará tá jogando o fino, pega uns troços impossíveis e nos garante vitórias em diversas situações, como a de ontem. Muito bom!

Agora é pensar no ano que vem, na barca de come-dormes que deve zarpar, nas contratações e no time a ser montado pelo professor. Falando em Dorival Jr., confesso que gosto do seu trabalho e acho uma boa darem um tempo pra ele montar uma equipe a seu gosto, independentemente de títulos.

Antes, vamos terminar esse troço com dignidade. E feliz 2013!

Flamengo até morrer!

Scout 2012: jogo 59

Náutico 0X1 Flamengo
11/11/12
Brasileirão 2012
Gol: Renato Abreu, 36′, 2T.
No ano: 25V, 16E, 18D; 51,4%; 78 gols pró, 64 gols contra
Vagner Love – 21
Renato Abreu – 7
Ronaldinho Gaúcho – 7
Deivid – 6
Kleberson – 4
Léo Moura – 4
Luiz Antônio – 4
Bottinelli – 3
Hernane – 3
Liedson – 3
Adryan – 2
Jael – 2
Adryan – 1
Airton – 1
David Braz – 1
Camacho – 1
Cleber Santana – 1
Gonzalez – 1
Ibson – 1
Negueba – 1
Ramon – 1
Renato Santos – 1
Thiago Medeiros (Madureira) – 1
Whelinton – 1

Brasileirão 2012: Náutico X Flamengo – 11/11/12

Na atual fase do campeonato, tanto faz, mas uma vitória hoje sobre o Náutico seria legal pra ficar à frente do Vice e dos fanfarrões viceínos. Difícil é jogar lá em Náutico. Flamengo 2 a 1.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 179: Cantando e chegando

Love carrega Mengão na veia e marca dois de novo.

Letra curta, que hoje eu estou sem paciência pra escrever, e sem saco pra ser simpático. Portanto, tremei arcoirizada deselegante. Ganhamos mais uma, duas na sequência, fato meio anormal em tempos de Patrícia Amorim e crise eterna. O que em tempos normais pode ser atribuído ao acerto do time por parte da nova comissão técnica, pra mim ainda necessita confirmação. Fato é que ainda não fomos testados, muito embora tenho visto muitos cavalos paraguaios ocupadores momentâneos das posições de destaque do campeonato penarem pra ganhar de times contra os quais a gente passeou, caso de Figueira e Náutico. O próximo jogo, contra o Parmera do Felipão e do Obina, também não vai dizer muito, já que o atual Verdão é uma carne seca danada. É bem verdade que eles gostam muito de endurecer contra o Mengão, mas vamos na fé, que a fase é boa. Nosso treinador conseguiu, pela segunda partida seguida, dar um padrão de jogo e aplicação tática que o Papai nunca na vida conseguiu dar esse ano. E era disso que a gente precisava.

Palmas para o Love, que ele merece!

Flamengo até morrer!

Scout 2012: jogo 40

Flamengo 2X0 Náutico
11/8/12
Brasileirão 2012
Gols: Vagner Love, 14′e 43′, 1T.
No ano: 20V, 9E, 11D; 57,5%; 63 gols pró, 44 gols contra
Vagner Love – 19
Ronaldinho Gaúcho – 7
Deivid – 6
Renato Abreu – 5
Kleberson – 4
Léo Moura – 4
Luiz Antônio – 4
Bottinelli – 3
Adryan – 2
Hernane – 2
Jael – 2
Airton – 1
David Braz – 1
Camacho – 1
Negueba – 1
Ramon – 1
Thiago Medeiros (Madureira) – 1
Whelinton – 1

Brasileirão 2012: Flamengo X Náutico – 11/8/12

Contra o pequeno Náutico, uma goleadinha pra se afirmar e mandar a letra: estamos chegando! Flamengo 3 a 0.

Flamengo até morrer!

Cornetada Vitoriana nº 75: Chegamos chegando!

O Mengão chegou de vez na briga pela Libertadores e, talvez, pelo título de campeão brasileiro de futebol da 1ª Divisão, que é a que interessa e que é disputada por alguns times de verdade. Somos os queridinhos da imprensa mundial, com exceção, claro, da paulista, que não entende mesmo muito do assunto, não por sermos favoritos, mas por jogarmos o melhor futebol. O Rio é Rubro-Negro, assim como o resto do Brasil. Estamos em fase de graça, a torcida tem invadido os estádios, o time tem jogado muito, com destaque para o Imperador e para o Gringo. Temos uma tabela complicada, mas é possível, sim, ganharmos de Goiás, Corinthians e Grêmio. O time todo é unido e sabe o que quer, e o Andrade tem conseguido extrair o melhor de cada um. Precisamos de um tropeço do São Paulo. Aí, é correr para o Hexa!

O jogo contra o Náutico foi mais fácil que parecia. Ganhamos bem, sem apresentação de gala, a não ser do Impera Adriano.

Parece que a torcidinha do Vasco comemorou tanto a 2ª Div por receio de ser o Vice… Aliás, a Segundona deve ser o único campeonato em que o Vasco não foi Vice…

Flamengo até morrer!